“Justíssima e oportuna homenagem” ao Padre Virgílio Mendes Ardérius

Iniciativa do Rotary Club da Guarda

O Padre Virgílio Mendes Ardérius, antigo pároco da Sé da Guarda, foi homenageado, no dia 9 de Abril, pelo Rotary Club da Guarda, em reconhecimento público dos serviços prestados à comunidade.
No almoço de homenagem, o Presidente da Câmara da Guarda destacou algumas das vertentes que projectaram o nome de Virgílio Mendes Ardérius não só no concelho, bem como na região e no País, dando como exemplos, entre outros, a Fundação Frei Pedro, o ISACE – Instituto Superior de Administração, Comunicação e Empresa. “Um homem que se distinguiu pelo seu exemplo e pelo seu profissionalismo” disse Sérgio Costa. Considerou ainda que, com a Rádio F e com o Jornal Terras da Beira “contribuiu para a democracia através da independência da informação”.
Sérgio Costa considerou ainda que Virgílio Mendes Ardérius “trabalhou para servir os outros”, concluindo que “fazem falta mais exemplos de vida como o seu”.
O Vigário Geral da Diocese, Padre Manuel Matos, disse tratar-se de “uma justíssima e oportuna homenagem ao homem a quem tanto a Guarda fica a dever”.
O Bispo da Guarda, em nota publicada no site das Diocese refere que “em boa hora o Rotary Club da Guarda teve a feliz ideia de homenagear o Rev.do Padre Virgílio Mendes Arderius pelo seu notável percurso sacerdotal, académico e de serviços prestados à comunidade”. E acrescenta: “A Diocese da Guarda e o seu Bispo associam-se-lhe, com sinceros parabéns endereçados ao homenageado e desejando que o seu exemplo seja amplamente replicado, para se conseguir o desejado desenvolvimento da nossa cidade e região”.
Nascido em 1932, em Unhais da Serra, o Padre Virgílio Mendes Ardérius é licenciado em Filosofia, diplomado em Pedagogia, pós-graduado em Ciências da Comunicação e portador de Curso de Teologia necessário à sua Ordenação em 1957. Frequentou os Seminários diocesanos sendo ordenado sacerdote a 6 de Abril de 1957. Foi Pároco no Teixoso, Sé e S. Vicente da Guarda. Desde 2005 é pároco de Aldeia do Bispo, Guarda. Como Chefe escuteiro do CNE, foram-lhe atribuídas diversas “Medalhas de Agradecimento” entre as quais a de ouro. É portador, desde 1957, da “Insígnia de Madeira” e em 2019 foi distinguido com a “Cruz de Mérito Santo Condestável” (FNA).
De 1975 a 1996, foi pedagogo e professor em diversas escolas da região. Foi Director da “Escola dos Gaiatos”. Em 1988 fundou a Fundação Frei Pedro”, o ISACE e o CFAD. Fundou os Jornais “Teixoso Unido” e “Terras da Beira”, bem como a Rádio F, Rádio Satão, Rádio NOAR de Viseu e Rádio Fronteira de Vilar Formoso.
Em 2001, criou a firma “Energy Estrela, Lda” e associou-se à “Ventos do Seixo Amarelo”, manifestando e respondendo investindo, às suas preocupações com o Mundo das Energias Renováveis, antecipando em muito o que hoje é tema de ordem do dia.
Foi fundador e presidente da Assembleia Geral da Pró-Raia, fundador e dirigente da ADSI entre muitas outras intervenções sociais – por exemplo, a presidência do Conselho Regional do Centro e do secretariado Distrital da União das IPSS.

Notícias Relacionadas