João Pina distinguido com “Honra ao Mérito de Responsabilidade Social”

Guarda

O empresário João Pina foi distinguido com o diploma “Honra ao Mérito de Responsabilidade Social” pela Academia de Filosofia e Ciências Humanísticas Lucentina. A cerimónia decorreu no dia 2 de Novembro, na Guarda e contou com a presença de várias entidades locais, nomeadamente o Presidente da Câmara da Guarda, Sérgio Costa, de Almeida, António Monteiro Machado, e de Vereadoras de Municípios com os quais a Fundação Nova Era Jean Pina possui acordos de parceria, Presidente da Assembleia e da Junta de Freguesia da Guarda. De destacar também a presença do Capitão António Manuel Fernandes, Presidente da Delegação de Fafe da Cruz Vermelha Portuguesa, e do Vice-Presidente da ACSSR – Associação Cultural e de Solidariedade Social de Regadas.
A distinção foi entregue pelo Embaixador em Portugal da AFCHL – Academia de Filosofia e Ciências Humanísticas Lucentina. Igor Lopes disse que “João Pina é um claro merecedor de tal distinção, pelos méritos reconhecidos na área social, pela forma de estar para com quem mais precisa, pela Fundação que constituiu em 2019. E acrescentou: “João Pina faz agora parte de uma lista de benfeitores agraciados pela referida Academia, entidade que é signatária do Pacto Global das Nações Unidas”.
Sérgio Costa, presidente da Câmara da Guarda, referiu que “João Pina não esquece as suas raízes e está sempre pronto para apoiar famílias, instituições e abraçar causas sociais”.
João Pina disse que “receber esta distinção é para mim, para todos os que acompanham o trabalho da Fundação, uma honra, mas só possível pelo enorme apoio colectivo e individual que a Fundação Nova Era Jean Pina tem recebido de muitos seres humanos que fazem com que juntos cheguemos sempre mais longe”.
Esta distinção foi atribuída pela AFCHL – Academia de Filosofia e Ciências Humanísticas Lucentina, academia fundada a 12 de Dezembro de 2013, por D. Cláudio Magnus Augustus de Saxe Altenburg Bragança de Lucena- presidente, jornalista, escritor e psicanalista brasileiro.
Esta Instituição Dinástica é Património Histórico e Cultural da Real Casa de Lucena, signatária do Pacto Global das Nações Unidas, desde 3 de Julho de 2014. Como signatária do Pacto Global das Nações Unidas apoia a defesa dos direitos humanos e a preservação do meio ambiente, o desenvolvimento com educação e consciência social, factores importantes para a sustentabilidade e o bem-estar da sociedade.
Outra das áreas de actuação é a realização de eventos, com a finalidade de prestigiar profissionais e voluntários das mais diversas áreas, através da outorga de Moções e Diplomas como foi o caso do diploma entregue ao benemérito, João Pina.
Na sessão também foram assinados diversos protocolos de colaboração entre a Fundação Nova Era e diversas entidades da Guarda e da região e com uma associação de solidariedade da Cidade de Fafe.

Notícias Relacionadas