Festival ‘CÔA – Corredor das Artes’ no início de Julho

Sabugal

O Município do Sabugal vai receber o Festival ‘CÔA – Corredor das Artes’ nos dias 1 e 2 de Julho. O festival acontece ao longo de cinco semanas, nos municípios de Sabugal, Almeida, Figueira de Castelo Rodrigo, Pinhel e Vila Nova de Foz Côa.
A organização explica que “este festival celebra a herança cultural do Vale do Côa, que existe desde a pré-história, quando as pessoas começaram a gravar em rocha pela primeira vez as criaturas que viviam nessa região. Essas gravuras, de auroques, cavalos e outros animais selvagens ilustram que o homem sempre admirou a natureza”. E acrescenta: “O Grande Vale do Côa é um corredor de vida selvagem, que desde esses tempos até ao dia de hoje mantém o seu apelo como um sítio rico em biodiversidade e paisagens diversas. O Vale do Côa é um corredor que se estende através dos tempos, onde geração após geração compartilharam a sua expressão artística de maneira aberta e ampla. As gravuras são hoje a expressão desses sentimentos, fluxos e movimentos. Este reflexo de uma visão de mundo está presente nas pessoas que viveram a paisagem, o Festival visa permitir a expressão a estas comunidades dos seus desejos e admiração por um ambiente em constante mudança”.
O festival é organizado pela Rewilding Portugal, uma organização privada sem fins lucrativos, com sede na Guarda, e que tem a missão de promover a conservação da natureza por meio de medidas de rewilding em Portugal, principalmente na região do Grande Vale do Côa, onde se localizam as suas áreas rewilding.
Este festival está enquadrado dentro do projeto Promover a renaturalização do Grande Vale do Côa, apoiado pelo programa Endangered Labdscapes Programme (ELP) está a ser coordenado pela Rewilding Europe em parceria com a Rewilding Portugal, Zoo Logical, Universide de Aveiro e Associação Transumância e Natureza. O festival Côa – Corredor das Artes faz parte deste projeto. O Endangered Landscapes Programme é gerido pela Cambridge Conservation Initiative e financiado pela Arcadia, um fundo de caridade de Peter Baldwin e Lisbet Rausing.

Notícias Relacionadas