Circulação entre Manteigas e Piornos é retomada em Setembro, de forma condicionada

Infraestruturas de Portugal avança com trabalhos na ER338

A Infraestruturas de Portugal tem em curso os trabalhos que visam implementar uma solução provisória, que irá permitir reabrir ao trânsito automóvel de forma condicionada em duas zonas do troço da ER338 que teve de ser encerrado por não estarem garantidas as condições de segurança dos utilizadores da via.
A intervenção que está a ser executada concretiza a solução proposta pelo LNEC que, nas visitas de campo efectuadas, identificou como zonas de maior perigosidade os troços onde incidem os trabalhos.
A empreitada em execução, que arrancou no início de Agosto e decorre por um período estimado de 30 dias, consiste na implementação de medidas de segurança numa faixa de protecção junto da encosta nos troços compreendidos entre o km 41,440 e o km 43,935 e entre o km 45,310 e o km 45,380, nomeadamente com a colocação de um separador, para permitir a contenção das pedras de menor dimensão que possam deslizar sobre a via, complementado pela colocação de uma rede na parte superior do separador e de uma protecção adicional com sacos de areia de grandes dimensões.
Como medidas adicionais de prevenção e segurança, a implementar após a execução dos trabalhos descritos ao nível dos constrangimentos de trânsito, será interdita a circulação para veículos pesados e o trânsito processa-se de forma alternada nos troços identificados.
A empreitada em curso pretende criar uma solução provisória, que permita a reabertura imediata ao trânsito automóvel, ainda que de forma condicionada, mitigando os atuais constrangimentos para a mobilidade das populações, estando em preparação, igualmente em estreita articulação com o LNEC e demais entidades responsáveis pela área envolvente, uma solução de natureza definitiva.
A interdição à circulação automóvel na ER338, entre o km 39 e o km 43,790, foi mais uma consequência do grande incêndio ocorrido no ano passado, que agravou significativamente o risco de queda de pedras de grande dimensão sobre a plataforma da ER338 entre Piornos e Manteigas.
De acordo com a Infraestruturas de Portugal a intervenção em curso vai permitir a reposição condicionada da circulação automóvel no mês de Setembro.

Notícias Relacionadas