Moção pede medidas para fazer face à carência habitacional a custo acessível

Guarda

Na reunião do dia 28 de Fevereiro, a Assembleia Municipal da Guarda aprovou, por unanimidade, uma moção onde pede à Câmara da Guarda para adoptar “medidas concretas e urgentes” para fazer face à carência habitacional a custo acessível.
A moção foi apresentada pela deputada do PS Paulisa d’Assunção, após a celebração, no dia 25 de Janeiro, de um protocolo de cooperação para apoio a Projectos de Habitação a Custos Acessíveis das Beiras e Serra da Estrela, entre o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana e a Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela.
A moção refere que a Câmara Municipal da Guarda candidatou-se ao programa de habitação a custos acessíveis com um projecto “que prevê unicamente 11 fogos, no valor de 485 mil euros, o segundo valor mais baixo entre todos os que foram propostos pelos 15 municípios” da Comunidade Intermunicipal Beiras e Serra da Estrela.

Notícias Relacionadas