Carvalho Rodrigues foi reconhecido com a Medalha de Mérito Científico

No âmbito do 30.º aniversário do lançamento
do primeiro satélite português

Fernando Carvalho Rodrigues foi reconhecido com a Medalha de Mérito Científico, no âmbito do 30.º aniversário do lançamento do primeiro satélite português, no dia 26 de Setembro.
A Ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior disse que Fernando Carvalho Rodrigues foi distinguido “pela visão que teve há 30 anos”, que levou ao lançamento do PoSAT-1.
Considerado o pai do primeiro satélite português, o professor catedrático disse que a Medalha de Mérito Científico “homenageia o povo português” e o antigo Ministro da Indústria e Energia, Luís Mira Amaral (1987 – 1995) que “há 30 anos juntou todas as redes”.
Recorde-se que o PoSAT-1, o primeiro satélite português, foi lançado em 1993.
Na cerimónia do 30.º aniversário do lançamento do primeiro satélite português, PoSAT-1, a Ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato,disse que o desafio futuro passa tornar Portugal “uma nação espacial até ao final desta década”. Na sua intervenção, no auditório do Laboratório Nacional de Engenharia Civil, em Lisboa, a ministra recordou que em Santa Maria, estão a ser desenvolvidas e reforçadas capacidades que permitam instalar “infraestruturas de acesso ao espaço através de um porto espacial”. No futuro, partirão desta ilha voos suborbitais e serão promovidas tecnologias para a monitorização do tráfego e do lixo espacial.
O Governo espera iniciar até ao fim de 2023 os voos suborbitais a partir do Centro Tecnológico e Espacial de Santa Maria, nos Açores. Portugal, de acordo com Elvira Fortunato, está apostado em criar uma agenda industrial para a concepção, integração e operação de satélites, nomeadamente a operacionalização de 30 satélites em várias constelações para novos serviços de monitorização do território, quer seja terrestre ou marítimo.

Notícias Relacionadas