Guarda apontada como um ‘oásis’ em termos de cobertura de fibra ótica de última geração

Concurso público para a cobertura das zonas brancas vai abrir em breve

“Este Executivo Municipal, após um acompanhamento realizado nos últimos 19 meses, realizou uma obra que nos coloca na vanguarda a nível nacional da tecnologia e do digital”, disse o Presidente da Câmara da Guarda, na apresentação da Expansão da rede de fibra ótica de última geração no Concelho da Guarda, que decorreu no Museu da Guarda, no 19 de Maio.
Sérgio Costa adiantou que “a conectividade que o Concelho da Guarda alcança, com esta infra-estrutura de Redes de Nova Geração, representa um avanço enorme para um território, dito de Interior”.
A partir do mês de Junho 95% do concelho da Guarda estará coberto de rede de fibra ótica de última geração.
O autarca da Guarda considerou que “atrair empresas tecnológicas e nómadas digitais, invertendo o ciclo de despovoamento do nosso território, é um enorme contributo para a fixação de pessoas na nossa cidade e nas nossas aldeias”.
Sérgio Costa disse que “a partir de agora, as empresas e as pessoas que se fixarem na Guarda sabem que terão mais competitividade, pois podemos oferecer condições de conectividade para poderem prestar serviços remotos e realizar operações aos seus clientes em tempo real”, adiantou também que “as empresas e as pessoas que se fixarem na Guarda podem desenvolver o seu Empreendedorismo e a Inovação no sector das novas tecnologias, pois oferecemos velocidades internet de alto débito confiáveis”.
O presidente da autarquia referiu ainda que “com este investimento a Guarda tem todas as condições para atrair talento à região, promovendo a fixação das famílias jovens, inverter o despovoamento e a falta de recursos humanos qualificados”.
“A Guarda está finalmente no caminho certo para a criação de um ecossistema tecnológico e digital que proporciona o desenvolvimento e o crescimento económico”, concluiu Sérgio Costa que mesmo assim deu conta de que algumas freguesias, entre as quais Marmeleiro, Pega e Vila franca do Deão, ainda não se encontram contempladas com a rede de fibra ótica de última geração.
A ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, referiu que o caminho está a ser feito para que o concurso público para a cobertura das zonas brancas abra em breve e que o governo está em constante conversação com Comissão Europeia. Apontou a Guarda como “um oásis” em termos de cobertura da rede de fibra ótica.
A cerimónia contou ainda com presidente do Conselho de Administração da ANACOM, João Cadete de Matos e presidente Executivo da DSTelecom Ricardo Salgado.

Notícias Relacionadas