Governo lança linhas de apoio para as empresas do sector do turismo

Medidas foram apresentadas em Manteigas

O Governo apresentou, no dia 11 de Outubro, na Casa da Roda, em Manteigas, as linhas de apoio às empresas, no valor de 10 milhões de euros e a campanha de turismo, para os territórios afectados pelos incêndios do último Verão.
Na sessão, que contou com a presença da secretária de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Rita Marques, o Turismo de Portugal apresentou as linhas de apoio às empresas e aos territórios afectados pelos incêndios e uma campanha promocional de aldeias e vilas do interior intitulada “Grandes em…”.
As ajudas financeiras, que constam da resolução aprovada pelo Conselho de Ministros, disponibilizam três milhões de euros para apoio à tesouraria das empresas, cinco milhões de euros para a qualificação da oferta e dois milhões de euros para transformar o turismo no território (para entidades públicas e também de natureza associativa).
O Turismo de Portugal apresentou a campanha “Grandes em…”, que aposta na divulgação de aldeias e vilas do interior e mostra as especificidades dos diferentes territórios, em particular dos mais afectados pelos incêndios, nomeadamente a Serra da Estrela.
O presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, esta campanha pretende “colocar aldeias e vilas nos destinos turísticos do mundo”.
Pedro Machado, presidente da Entidade Regional de Turismo do Centro, considerou que as medidas expostas são importantes para a região e uma oportunidade para que o território seja mais competitivo e atractivo.
Luís Tadeu, presidente da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, disse que está a ser preparado um plano de promoção da região, que não se restringe apenas aos seis concelhos afectados pelos incêndios, mas a toda a sua área.
Flávio Massano, autarca de Manteigas lembrou que a Serra da Estrela é “uma das principais marcas” do país e o seu território “está vivo”.
Os apoios agora anunciados abrangem os municípios da Serra da Estrela (Celorico da Beira, Covilhã, Gouveia, Guarda, Manteigas e Seia), bem como de Carrazeda de Ansiães (Bragança), Mesão Frio (Vila Real), Murça (Vila Real), Vila Real, Albergaria-a-Velha (Aveiro), Alvaiázere (Leiria), Ansião (Leiria) e Ourém (Santarém).

Notícias Relacionadas