Governo autoriza 7 milhões de euros para projecto de electrificação Régua-Pocinho

Ferrovia – Linha do Douro

A Autorização do conselho de administração executivo da Infraestruturas de Portugal, S. A., para proceder à repartição de encargos relativos ao contrato para a Linha do Douro – Régua-Pocinho – Electrificação e Modernização, previstos no Plano Nacional de Investimentos 2030, foi publicada em Diário da República, no dia 25 de Janeiro.
Com este despacho, o Governo autoriza a Infraestruturas de Portugal a proceder à repartição de encargos no valor de sete milhões de euros, até 2028, no âmbito do projecto de electrificação do troço Régua – Pocinho, na Linha do Douro. “Proceder ao lançamento do procedimento pré-contratual necessário à contratação da execução da “Linha do Douro – Régua-Pocinho – Electrificação e Modernização”, pelo valor de 7.000.000,00 (euro), ao qual acresce IVA à taxa legal em vigor”, refere o documento.
A electrificação da Linha do Douro está concluída até ao Marco de Canaveses e, em Janeiro, terminou o prazo do concurso público internacional, lançado pela IP e prorrogado por duas vezes, para a obra de electrificação do troço Marco – Régua, num investimento de 118 milhões de euros.
A Linha Ferroviária do Douro actualmente liga o Porto ao Pocinho (171,522 quilómetros) e há vários anos que é defendida a reabertura do troço de 28 quilómetros entre o Pocinho (Vila Nova de Foz Côa) e Barca d’Alva (Figueira de Castelo Rodrigo), desactivado em 1988.

Notícias Relacionadas