Autarquia assina memorando de entendimento com o Centro Europeu de Música

Figueira de Castelo Rodrigo

O Município de Figueira de Castelo Rodrigo vai acolher produções internacionais do Centro Europeu de Música, sediado em Paris, que promove projectos artísticos, culturais, pedagógicos e científicos a nível europeu, com carácter inovador, tendo por missão a transdisciplinaridade em torno da música e cultura, sublinhando o seu papel fulcral na construção duma identidade cultural europeia única e sustentável.
O presidente da autarquia, Carlos Condesso, assinou, no dia 26 de Outubro, o memorando de entendimento com os Municípios de Lisboa, Porto, Braga, Faro, Mafra e com o Centro Europeu de Música (CEM Portugal), para a criação do primeiro polo em Portugal do Centre Européen de Musique, sediado em Paris. A cerimónia contou com a presença da Secretária de Estado da Cultura, Isabel Cordeiro.
O Centre Européen de Musique Portugal está a ser implementado em Mafra com a colaboração da Terrafoundation, plataforma cultural portuguesa, e irá permitir ao Município de Figueira de Castelo Rodrigo e aos seus congéneres receberem nos seus territórios um número significativo de actividades e produções culturais de várias tipologias, com um programa a nível internacional, numa óptica de um trabalho direccionado para o contexto onde irá operar, tendo em conta a identidade e as necessidades locais.
Para além de concertos, master classes e outras expressões artísticas, haverá ainda projectos de investigação cultural, social e ambiental, diversas residências culturais, conferências e work-shops e ainda exposições, instalações urbanas, projectos pop-up e conteúdos digitais baseados em novas tecnologias.
“Esta importante parceria é uma união de territórios que se une em torno da música e da cultura e resulta do reconhecimento do trabalho realizado pelo Centro Europeu de Música, como um pilar para a promoção de sociedades inclusivas, livres e democráticas, celebrando a diversidade e a herança cultural europeia, com os municípios signatários, que estão agora comprometidos a trabalhar em rede para fortalecer a importância da música, cultura e artes nos seus territórios”, refere Carlos Condesso. E acrescenta: “É um orgulho Figueira de Castelo Rodrigo fazer parte deste projecto cultural, trazendo para o interior eventos diversificados e produções inovadoras, reforçando a coesão social, que de outra forma dificilmente teríamos a possibilidade de os acolher”.
Os signatários estabeleceram os princípios gerais da colaboração entre os Municípios e a instalação e desenvolvimento do Centro Europeu de Musica Portugal, que irá actuar nestes territórios como um motor da mudança social e da construção de sociedades resilientes e inclusivas, contribuindo para a luta contra todas as formas de discriminação, incluindo o racismo e a xenofobia.

Notícias Relacionadas