Construção de novo parque de coelho-bravo para reintrodução do lince ibérico

Penamacor

A Câmara de Penamacor vai avançar com a construção do segundo cercado de coelho-bravo, no âmbito do projecto que visa a reintrodução do lince ibérico na serra da Malcata. Este é o último de quatro parques que o projecto Linx 2020 tem previstos para a serra da Malcata, dois dos quais no concelho de Penamacor e os outros dois no concelho do Sabugal. O concurso da obra foi lançado este mês, num valor global de cerca de 55 mil euros e o objectivo é o de que a empreitada esteja concluída durante o primeiro semestre do ano.
António Luís Beites, Presidente da Câmara de Penamacor disse que “são parques para que possamos criar coelho bravo em cativeiro, com a perspectiva que essas criações possam correr bem, de modo que possamos voltar a ter mais coelhos na serra da Malcata, para criarmos novamente habitat para a devolução do lince ibérico à nossa serra da Malcata”.
Os parques têm capacidade para algumas dezenas de animais e contam com aberturas para o exterior que permitirão a libertação para a própria reserva.
O projeto Linx 2020 tem em vista a implementação de um sistema de conservação dos habitats de lince ibérico e a recuperação das populações de coelho-bravo.
Integram este projecto os municípios de Penamacor, Sabugal e Castelo de Vide (Portalegre), bem como a Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva.
A Reserva Natural da Serra da Malcata estende-se ao longo de 16.348 hectares dos concelhos do Sabugal e de Penamacor.

Notícias Relacionadas