Campanha de solidariedade “Vamos ajudar a reerguer Gouveia!”

Incêndios

Em Gouveia está a decorrer a campanha de solidariedade “Vamos ajudar a reerguer Gouveia!”, iniciada após os incêndios dos dias 15 e 16 de Outubro. A Câmara Municipal informa que “após o trágico momento que o concelho” viveu, já foi efectuado o levantamento de todas as necessidades da população afectada pelos incêndios. “Face ao levantamento, o Município de Gouveia já apoiou 60 produtores agro-pecuários na alimentação de 5 mil animais (ovinos, caprinos e bovinos) e distribuiu bens de primeira necessidade aos agregados familiares afectados. O Município tem também no terreno uma equipa de técnicas de psicologia que prestam o apoio à população mais fragilizada psicologamente.
Entretanto, face à onda de solidariedade que tem chegado de todos os pontos do país, com o intuito de ajudar a população do concelho de Gouveia, a Câmara Municipal informa que, em termos de vestuário as necessidades vão estando asseguradas e quanto à entrega de bens agradece um prévio contacto com os serviços através do número de telefone 238 490 210. Os produtos alimentares/mobiliário/electrodomésticos/utensílios para o lar devem ser entregues no edifício da antiga Fábrica Bellino & Bellino. No tocante à alimentação animal, a autarquia refere que as rações e fenos deverão ser entregues no Pavilhão do Município situado na zona Industrial de Gouveia. Quanto a doações monetárias, a autarquia presidida por Luís Tadeu esclarece que todos os que pretendam contribuir para esta causa podem fazê-lo através de transferência para as seguintes contas bancárias: Montepio Geral – PT50 0036 0141 99100022583 05; Caixa Gera de Depósitos – PT50 0035 0354 00030190530 80. Para o efeito, devem enviar o comprovativo para o e-mail contab@cm-gouveia.pt, acompanhado do nome, morada e número de identificação fiscal para a emissão e envio do respectivo recibo.
A autarquia de Gouveia esclarece ainda que após a recepção dos bens e face à identificação das necessidades mais urgentes, o Município, em coordenação com os presidentes das Juntas/Uniões de Freguesias afectadas, fará “chegar estes apoios a todos os que foram afectados pelos incêndios de acordo com as necessidades”.

Notícias Relacionadas