Câmara vai avançar com recuperação de infra-estruturas municipais afectadas pelos incêndios

Concursos no valor de 1,6 milhões de euros

A Câmara Municipal da Guarda vai avançar com três procedimentos para concursos, no valor de 1,6 milhões de euros, para recuperação de infra-estruturas municipais que ficaram danificadas pelos incêndios do verão de 2022, nas freguesias de Guarda, Famalicão da Serra, Alvendre e Valhelhas. A medida foi aprovada na reunião da Câmara Municipal desta segunda-feira, 22 de Maio.
O Presidente do Município, Sérgio Costa explicou que os concursos têm em vista “a recuperação do pavimento de vias rodoviárias, pequenos troços de caminhos, pintura e sinalização rodoviária, railes de protecção e condutas de água e de saneamento básico, entre outras infra-estruturas, nas freguesias de Guarda, Famalicão da Serra, Alvendre e Valhelhas”.
O investimento será apoiado em 50% pelo Fundo de Emergência Municipal e a autarquia “tem que despender cerca de 800 mil euros do seu orçamento para fazer face à recuperação destas infra-estruturas”.
Sérgio Costa disse que “não deveria ser assim, mas são as regras que temos. E, se nós queremos ter a comparticipação de pelo menos metade, temos de avançar com outra metade, porque as populações não têm culpa dos incêndios”.
O presidente da Autarquia considerou que quando existem catástrofes “deve existir um mecanismo para apoiar estas necessidades, porque se existe um financiamento a 100% para a estabilização pós incêndio nas encostas, se existe um financiamento a 100% para a recuperação das linhas de água, também por esta via, deveria existir a 100%”.
Esta proposta que interfere com a recuperação de infra-estruturas municipais foi aprovada por unanimidade.
Sérgio Costa recordou que o município da Guarda também lançou concursos no valor de 1,5 milhões de euros, para obras nas bacias dos rios Zêzere e Mondego, que vão permitir intervenções na área ardida pelo incêndio do último Verão, na Serra da Estrela.
Estas intervenções vão acontecer na zona sul do concelho, na envolvente do rio Zêzere, nas freguesias de Valhelhas, Famalicão da Serra e Gonçalo e na envolvente do rio Mondego, nas freguesias de Videmonte, Aldeia Viçosa, Porto da Carne e Vila Cortez do Mondego.

Notícias Relacionadas