Escola Soldado continua a divulgar o património histórico-militar

Almeida

O município de Almeida, através do Museu Histórico-Militar de Almeida, vai promover o certame “ Escola do Soldado” nos dias 16 e 17 de Março.
A Escola do Soldado tem como objectivo divulgar o património histórico-militar, através do Grupo de Reconstituição Histórica do Município de Almeida. Este certame pretende ser a oportunidade para recriadores históricos aperfeiçoarem as técnicas militares para o cerco de Almeida (a realizar em Agosto) e outras recriações nacionais e internacionais do período histórico das Invasões Napoleónicas. Divulgar o “quotidiano” civil em contexto de guerra também é uma prioridade do evento.
No sábado, dia 16 de Março, as actividades militares e homenagens vão decorrer em Almeida e no domingo, dia 17 de Março, haverá escaramuças pelas ruas da Freineda.
A autarquia de Almeida explica que serão “dois dias de várias oficinas, marchas e exercícios de manobra militar do séc. XIX, em que o público pode interagir com a História na primeira pessoa e até mesmo ingressar nas fileiras do Regimento 23 de Almeida”.
O programa dia 16 de Março começa às 9.30 horas com oficinas de instrução no Picadeiro del Rey; ordem unida e exercícios de infantaria, artilharia, cavalaria e milícias/ordenanças (guerrilha), no Baluarte S. Pedro e S. Francisco. A partir das 11.30 horas tem lugar o desfile ao cemitério e cerimónia evocativa aos recriadores já falecidos. À tarde, a partir das 14.30 horas, haverá exercícios colectivos de infantaria (Baluarte S. Pedro), artilharia (Baluarte S. Francisco), cavalaria e milícias/ordenanças (Baluarte S. Pedro).
No domingo, 17 de Março, o programa tem início às 10.30 horas com o Hastear da Bandeira e disposição das unidades militares e civis (Quartel Wellington).
Seguem-se as escaramuças e a cerimónia do Arriar da Bandeira.

Notícias Relacionadas