Casa da Roda dos Expostos está aberta ao público

Almeida

A Casa da Roda dos Expostos, em Almeida, situada na Rua da Muralha, próxima da Porta Nova, é um espaço expositivo que está aberto ao público. Este espaço pode ser visitado de segunda a sexta-feira das 9.00 às 17.30 horas e sábados, domingos e feriados das 10.00 às 17.30 horas.
O espaço expositivo da Casa da Roda dos Expostos em Almeida apresenta um vasto espólio de peças relacionadas com o seu habitat. As peças foram cedidas por Maria Cândida Ferreira Jorge e Dulce Ferreira e por Augusto Borges e Adelaide Nabais, com os quais a autarquia de Almeida celebrou um protocolo de cedência. O espaço por si é o reflexo de muitas emoções vividas, sentidas e partilhadas, permitindo ao visitante viver aqui uma experiência única.
No século XIX foram instituídas as Casas da Roda dos Expostos, as quais desempenharam um papel social fundamental no acolhimento das crianças abandonadas. Em Almeida, a casa está situada estrategicamente na rua da Muralha, permitindo a escolha para o referido efeito por se encontrar perto de uma porta falsa permitindo a fuga do depositante sem ser reconhecido. Era durante a noite que as crianças eram colocadas na roda. Algumas delas traziam manuscritos a dizer o seu nome, outras traziam medalhas ao peito, talvez pelo facto de um dia as poderem reconhecer. As crianças eram colocadas na parte aberta da roda pela mãe, e a irmã rodeira girava a roda e acudia a criança sem poder ver quem estava do lado de fora. Depois de serem baptizadas eram encaminhadas para amas-de-leite. Sabe-se que os expostos vinham de todas as classes sociais e as suas mães abandonavam-nos ou porque não tinham condições para os criar ou porque eram bastardas.
A Casa da Roda dos Expostos constitui um núcleo museológico apresentando peças com enquadramento do seculo XIX. O edifício apresenta na fachada data epigrafada de 1843.

Notícias Relacionadas