A Guarda, um Jornal Centenário

O Jornal a “Guarda” celebra mais um aniversário de vida, perfazendo a bonita idade de 120 anos. Parabéns, muitas felicidades!

Como Jornal do interior do país e de fronteira com a vizinha Espanha, tem resistido às adversidades do tempo e das crises da sociedade, contrariando as dificuldades passadas e presentes da imprensa regional no interior do país.

Quero felicitar o Jornal a “Guarda” e o seu Diretor pela audácia e perseverança constante na orientação deste Semanário Católico, de modo a que continue a ser uma voz da Diocese da Guarda e uma sentinela a vigiar e a guardar do alto da torre do castelo as suas gentes, a raia e o interior do país.

Nos dias de hoje não é fácil manter um Jornal como este numa Diocese do Interior do País onde os recursos são escassos e as ajudas quase não existem.

O Jornal a “Guarda”, como tantos outros do interior do País, fazem jus aos seus fundadores, porque como nos primeiros anos de existência, continua hoje a sua missão de remar contra ventos e marés, tornando-se uma sentinela e uma voz profética ao serviço das comunidades locais.

 O Jornal a “Guarda” mantem vivo o seu carisma e ideal regionalista na defesa dos valores humanos e cristãos, assim como na defesa da dignidade da pessoa humana e dos direitos de todos aqueles que vivem nestas terras do interior longe do litoral cosmopolita.

A imprensa regional devia ser mais apoiada pelos nossos governantes, pois o trabalho que os jornais do interior realizam como o Jornal a “Guarda” em defesa dos cidadãos, que vivem em territórios de baixa densidade populacional e na promoção da cultura, tradições e bem estar das suas gentes, não têm preço, nem dinheiro com que se pague.

Desejo ao Jornal a “Guarda” as maiores felicidades para que o seu projeto de comunicação na diversidade de notícias e como areópago do anúncio do Evangelho e dos ensinamentos da Igreja, realize os seus objetivos ao serviço da Diocese, da comunidade Guardense e dos seus assinantes.

Parabéns ao Jornal a “Guarda” pela linda idade que tem, pois as 120 primaveras são sinal de um presente recheado de dons marcado pela esperança de um futuro e progresso civilizacional na defesa dos valores humanos, cívicos, morais, cristãos e espirituais.

Parabéns à Diocese da Guarda por ter este órgão de comunicação social, regionalista e semanário como voz ao serviço da comunidade eclesial, social, local e da região do interior do país.

+ António Luciano, Bispo de Viseu

Notícias Relacionadas