Guarda | Autárquicas 2021

“Um novo hospital privado”, a construir nos terrenos do antigo matadouro, “que começará a funcionar dentro de dois anos”, foi uma das novidades anunciadas por Carlos Chaves Monteiro, na apresentação da candidatura à Câmara Municipal da Guarda, que decorreu no dia 25 de Junho, no Parque Municipal da Guarda. “Posso anunciar hoje um investimento que conseguimos trazer para a Guarda e que começará a funcionar dentro de dois anos: um novo hospital privado, o qual será instalado nos terrenos do antigo Matadouro!”, explicou. Carlos Chaves Monteiro garantiu que “serão 90 postos de trabalho directos – e mais de 200 indirectos”. E acrescentou: “ Virão trabalhar para a Guarda mais médicos, mais enfermeiros e mais técnicos especializados em saúde – os quais, por sua vez, ficarão também disponíveis para trabalhar nas unidades do Serviço Nacional de Saúde do nosso concelho”.O candidato do PSD às próximas eleições autárquicas anunciou também um novo terminal rodoferroviário na Guarda Gare, bem como escadas rolantes e elevadores no centro urbano, bicicletas híbridas espalhadas pela cidade, a recuperação de 100 habitações sociais e construção de mais 60 novas casas. Em relação à “nova política de habitação para a cidade” prometeu “reabilitar cerca de 100 casas de habitação social dispersas pela cidade”, e ainda “construir de raiz, no Bairro da Fraternidade, 60 novas casas sociais” e “construir 100 unidades de habitação jovem, a preços controlados, no espaço da encosta da Feira Quinzenal, habitação essa integrada na requalificação urbana e paisagística que está em marcha em todo o espaço envolvente”.No tocante à mobilidade urbana, o candidato do PSD anunciou a construção, na Guarda Gare, de um moderno terminal rodoferroviário para concentrar as chegadas e as partidas de autocarro e de comboio, no antigo “edifício da Citrobeiras”. Carlos Chaves Monteiro disse que pretende criar uma ligação “rápida, confortável e barata”, entre a Guarda Gare e o Jardim Municipal José de Lemos, bem como proceder à instalação de um sistema de bicicletas híbridas.“Vamos também criar um sistema de mobilidade pedonal inteligente – com escadas rolantes e com elevadores – para vencer o declive urbano da cidade entre a zona dos Castelos Velhos e o Largo de São João, junto ao antigo Cine-Teatro”, anunciou o candidato.No discurso de apresentação como candidato do PSD à presidência da Câmara da Guarda, Carlos Chaves Monteiro também falou dos Passadiços do Mondego, do projecto de ligação da cidade da Guarda ao maciço central da Serra da Estrela e da candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura em 2027.Com o lema “Mais e Melhor Guarda 2021”, a candidatura de Carlos Chaves Monteiro à Câmara da Guarda aposta em Jorge Barreto Xavier, para candidato à Assembleia Municipal da Guarda. João Queiroz, ex-reitor da UBI – Universidade da Beira Interior é o mandatário da candidatura, José Carlos Alexandre o coordenador do programa eleitoral, Pedro Nobre mandatário financeiro, Alfredo Torres e Cristina Frias os mandatários do futuro, e Hugo Fernandes o director da campanha.