O Estrela Geopark

Com a candidatura da Serra da Estrela a Geopark Mundial da UNESCO, a palavra Geopark passou a ser-nos mais familiar. Mas será que o leitor sabe porque é tão importante a existência de um Geopark na Estrela? O que faz, afinal, o Estrela Geopark? Em primeiro lugar, importa realçar que cada Geopark Mundial da UNESCO é único. É como um livro de pedra que conta um ou vários capítulos da história da Terra, o planeta com mais de 4600 milhões de anos onde vivemos. Apesar da história geológica do Estrela Geopark ser muito antiga, ela começa há mais de 600 milhões de anos, quando ainda nem existia vida nos continentes, o momento que a Estrela melhor conta teve inicio há cerca de 100 mil anos, com a formação dos glaciares na Serra da Estrela, que alteraram e marcaram profundamente a paisagem que hoje conhecemos. São exatamente estas marcas e toda a história natural gravada nas rochas, bem como a biodiversidade e o seu património cultural, que o Estrela Geopark pretende utilizar na sua estratégia de desenvolvimento sustentável. Como? Através da criação de várias atividades e projetos com vista à divulgação e valorização do património da Estrela, tais como a implementação de programas educativos, a colocação de painéis interpretativos nos geossítios (locais de interesse geológico) e a dinamização do Centro Interpretação da Torre do Estrela Geopark. Nos programas educativos, organizados com as Escolas do território e de outros pontos do país, alunos e professores são acompanhados aos vários geossítios, onde é explicado como estes se formaram, para que eles possam conhecer verdadeiramente a Serra da Estrela, pois só assim poderão proteger e valorizar o extraordinário património que esta encerra. O Centro de Interpretação, em funcionamento desde 2018, pode ser visitado por turistas, grupos escolares ou mesmo pela população local, onde se realizam visitas guiadas e interpretadas, dando a conhecer a evolução geológica desta montanha e o seu património natural e cultural. Como ainda há muito para conhecer e por estudar, não só no âmbito da geologia/geomorfologia, mas também sobre o clima, a biodiversidade, entre outros, foi criada a Rede de Ciência e Educação para a Sustentabilidade do Estrela Geopark, com o objetivo de promover a Ciência e o Conhecimento, incentivando e dando apoio a investigadores, nacionais e estrangeiros, para estudarem a Serra da Estrela, contribuindo para que o conhecimento adquirido seja aplicado no território. Também na área do turismo estão a ser desenvolvidas várias iniciativas, tais como a criação de percursos interpretativos ou da grande rota (pedestre e ciclável) do Estrela Geopark, ou ainda a implementação do Cartão Sustentabilidade, que tem como objetivo promover a oferta turística do território, a partir de uma rede estruturada de parceiros que oferecem descontos mediante a utilização deste cartão, e contribuir para projetos na área da sustentabilidade e desenvolvimento territorial. O Estrela Geopark tem procurado apostar num turismo de eventos, que promovam a Estrela, os seus produtos locais e as suas tradições e contribuam para a economia local, tais como a dinamização do ObservaEstrela, um festival de natureza e paisagem, atividades de birdwatching, os mercadinhos de montanha, entre muitas outras atividades. Como podem constatar, existe já um conjunto diversificado de iniciativas que o Estrela Geopark tem vindo a desenvolver, mas há ainda muito para fazer. A marca UNESCO dá-nos visibilidade, reconhecimento, notoriedade e muita responsabilidade!Associação Geopark Estrela