Entre margens da Palavra


0. Preparo-meProcuro um lugar adequado e uma boa posição corporal. Respiro lenta e suavemente.Silencio os pensamentos. Tomo consciência da presença de Deus, invocando o Espírito Santo.
1. O que diz o texto- Leio pausadamente Mc 5,21-43.- Sublinho e anoto o mais significativo.Duas situações entrelaçadas: em desespero, um homem influente e uma mulher humilde buscam Jesus. O desfecho feliz, em ambos casos, tem a mesma chave: a fé.
2. O que me diz Deus- Identifico-me com as personagens. Que sinto perante as palavras e gestos de Jesus? Quando Jesus toca e se deixa tocar, acontecem milagres: duas mulheres beneficiam da força curativa de Jesus. A primeira era hemorrágica; a segunda foi dita morta. A lei proibia tais contactos pois o sangue e a morte contagiam sua “impureza”. Porém, o que sobressai é o poder irresistível e purificador das atitudes, palavras e gestos de Jesus. Ele prefere realçar a fé que salva. É ela que me permite tocar Deus e deixar-me tocar por Ele. E esse é, seguramente, o melhor milagre na minha vida.
3. O que digo a Deus- Partindo do que senti, dirijo-me a Deus, orando (de preferência com palavras minhas).Senhor, todos esperam de Ti graças e milagres. Mas só pela fé Te posso tocar, como neste Evangelho. Ajuda-me a crescer na confiança.Admiro como guias cada um: a Jairo, que expressa aflição, convidas a confiar; à mulher enferma, retirada do anonimato, alentas a que afirme, sem medo, o que crê. Como eles, quero crescer na minha relação pessoal conTigo.Senhor, levantaste a filha de Jairo e devolveste-a à vida, mais livre e capaz. É o que fazes com todos quantos tocas. Na verdade, nem sempre me deixo alcançar pelas tuas palavras. Refugio-me nas minhas certezas e falsas seguranças. Reconheço o quanto preciso de Ti. Vem e toca-me o coração, a mente e o olhar. Reerguido por Ti, saberei levantar os outros ao meu redor.
4. O que a Palavra faz em mim- Contemplo Deus, saboreando e agradecendo.Senhor, espero milagres, mas Tu és o melhor milagre para a minha vida. Porque vens até mim, para me tocar e salvar para que viva, agradeço e louvo. Contemplo e adoro.Inspira-me o que esperas e mereces de mim. Apoiado em Ti, comprometo-me em algo oportuno e alcançável, crescendo na minha relação diária conTigo e com os outros.
PROVOCAÇÕES- Deixo-me tocar por Deus? Como?- Quem precisa de ser “tocado” por mim?- Com as minhas palavras e atitudes reergo ou abato os outros?
UM PENSAMENTO“Apenas aqueles que arriscam ir demasiado longe conseguem descobrir o quão longe se pode ir.” (Thomas S. Eliot)
UM DESAFIOPedir ao Espírito Santo a graça de me deixar tocar pela Palavra de Jesus.
ARQUIVO & PODCASThttps://seminariointerdiocesanosj.pt
UMA ORAÇÃO-POEMA
Tocar-Tecom a ponta do meu desejoe acariciando a orla do teu canto,curando-me a mudez e o pranto.Tocar-Tede leve, num relampejoe aflorar a pele do teu amor,purgando-me o berço da dor.Tocar-Tecom sentimento e sem pejoe beijar, pela fé, o momentodrenando o pantanoso tormento.Tocar-Tee acabar erguido, por Ti retocadode ânimo atiçado e purificado,tomando caminho e reencontrar-Tetocando outros, agraciado.