Na sequência do lançamento, no final de 2018, da berlina 508, chega agora ao mercado nacional o novo Peugeot 508 SW,

proposta inspirada no mundo das shooting brakes. O novo 508 SW apresenta-se com uma silhueta baixa e dinâmica, equipada com a mais recente geração do Peugeot i-Cockpit e com valores a começar nos 37.200 euros, para já apenas com versão Diesel.
Em Portugal, um em cada quatro veículos do segmento D são Breaks. Esta não passa despercebida. Tem 4,79 m de comprimento (+4 cm face à berlina e -4 cm face à anterior geração), e altura de 1,42 m. A 508 SW é mais aerodinâmica, com silhueta de inspiração topo de gama, assinatura visual vertical das luzes diurnas com LED opalescentes e faixa horizontal em preto brilhante, enquadrada pelas luzes traseiras Full LED tridimensionais, dupla saída de escape em cromado e perfeita montagem dos pneus nas cavas das rodas.
O acesso à bagageira é feito através de um portão prático e dispõe 530 litros de capacidade, alcançando 1.780 litros com rebatimento do banco traseiro dotado da função Magic Flat. O interior conta com o Peugeot i-Cockpit, com os já conhecidos detalhes, revestimentos de qualidade, e comando da caixa automática de funcionamento elétrico por impulsos, diversos espaços de arrumação, luzes de leitura individuais no teto em LED e táteis, bancos da frente ergonómicos com cinco programas de massagem multipontos e bancos traseiros com inclinação de 27° para maior conforto. Dispõe ainda de sistema Hi-fi topo FOCAL com 10 altifalantes.
O sistema de ajudas à condução de última geração inclui Sistema de visão noturna, Cruise Control adaptativo com função Stop & Go (com a caixa automática EAT8), ajuda à manutenção da posição na via de circulação, Full Park Assist com função perimétrica Flankguard (apenas com a caixa automática EAT8); faróis Full LED com função de iluminação estática em curva e óticas traseiras ARS com regulação acesas em permanência.
Entre as novidades, destaque para a travagem automática de emergência de última geração (deteta peões e ciclistas, de dia e de noite, até 140 km/h) e alerta de risco de colisão; alerta ativo de transposição involuntária da faixa (ou da berma) com correção da trajetória a partir de 65 km/h; alerta de fadiga do condutor, assistente automático de máximos; reconhecimento dos sinais de trânsito e de velocidade, sistema ativo de vigilância do ângulo morto a partir dos 12 km/h (com correção da trajetória).
A gama do 508 SW é composta por cinco níveis de equipamento – Active, Business Line, Allure, GT Line e GT – acrescentando-lhes a série limitada (15 unidades) de lançamento: a First Edition, no valor de 7 000 euros.
No domínio mecânico, o modelo apresenta-se, desde já, com a oferta Diesel em quatro opções BlueHDi: o 1.5 BlueHDi 130 cv CVM6, o 1.5 BlueHDi 130 cv EAT8, o 2.0 BlueHDi 160 cv EAT8 e o 2.0 BlueHDi 180 cv EAT8. Na oferta a gasolina, serão propostos dois novos motores PureTech no mês de julho, o 1.6 PureTech 180 cv EAT8 e o 1.6 PureTech 225 cv EAT8, e preços a conhecer no seu lançamento. A partir do final do ano, a gama PEUGEOT 508 será complementada com as novas motorizações Hybrid Plug-in a gasolina, equipados com o motor PureTech 180 cv/132 kW e um motor elétrico de 110 cv/80 kW para uma potência máxima combinada de 225 cv/165 kW, com tração dianteira. Conseguem-se, assim, emissões de CO2 inferiores a 49g de CO2 por quilómetro e uma autonomia 100% elétrica de 40 quilómetros. Os híbridos estarão disponíveis nos níveis de equipamento Allure, GT Line e- GT, versão topo de gama, e os preços serão anunciados posteriormente.
Para já, apenas são conhecidos os preços da motorização Diesel, começando nos € 37.200 do 1.5 BlueHDi 130 CMV6, nível de equipamento Active, até aos 41.700 € com o nível GT Line. Com caixa automática, os valores variam entre os 40.200 € (Business Line) e os 45.000 € (GT Line). O motor 2.0 BlueHDi 160 cv EAT8 parte dos 44.340 € (Business Line) e o BlueHDi 180 EAT8 está disponível a partir do nível de equipamento GT Line, custando 50.140 €.