Câmara da Guarda

O protocolo de cooperação, entre a Agência Portuguesa do Ambiente e o Município da Guarda, “por um país com bom ar”, foi aprovado, por unanimidade, na reunião do executivo da Câmara Municipal da Guarda, que decorreu por videoconferência, no dia 14 de Abril.  “O ar é um recurso essencial à vida e com repercussões directas e indirectas no ambiente natural e construído, sendo a sua qualidade determinante para a saúde pública e para a qualidade de vida da população”, refere a proposta apresentada pelo presidente da Câmara da Guarda, Carlos Chaves Monteiro. O texto acrescenta que é importante alertar, sensibilizar e envolver a sociedade portuguesa tendo em vista “a protecção da qualidade do ar”.A campanha “por um país com bom ar” foi lançada no dia 10 de Abril, no mesmo dia em que pela Resolução e Conselho de Ministro foi instituído o Dia Nacional do Ar (12 de Abril). O protocolo de cooperação refere que “a Câmara Municipal da Guarda manifestou interesse em associar-se à campanha “Por um País com bom Ar” e ao Dia Nacional do Ar” e “prestar apoio na sua divulgação através dos meios próprios e dos seus associados”. O acompanhamento e a coordenação técnica do protocolo são assegurados por Paula Meireles (Chefe de Divisão de Gestão do Ar e Ruído) pela Agência Portuguesa do Ambiente e Filipa Susana Pires (Chefe da Divisão do Ambiente, Equipamentos e Infraestruturas) pela Câmara Municipal da Guarda.Carlos Chaves Monteiro disse que o ar da Guarda está em “processo de certificação”, mas explicou que “não é fácil termos uma entidade reconhecida, em termos nacionais e europeus, para fazer a certificação do nosso ar”.  Lembrou que “o ar como foco estratégico do desenvolvimento da Guarda” fez parte do caderno eleitoral e da acção política do actual executivo da Câmara da Guarda e, por isso, “faz todo o sentido que a Guarda tenha um compromisso mais efectivo” em relação a esta matéria. “Se no passado, a Guarda se desenvolveu muito à custa da saúde e do ar, também queremos que, o ar do século XXI, possa ser um factor de promoção e desenvolvimento da nossa região”, adiantou o autarca.