Jornadas nacionais de Comunicação Social dedicadas à JMJ Lisboa 2023

Iniciativa do Secretariado Nacional das Comunicações Sociais

O Secretariado Nacional das Comunicações Sociais promove as jornadas anuais, hoje e amanhã, 22 e 23 de Setembro, com três formações práticas para comunicadores em áreas como as redes sociais ou marketing digital.
A iniciativa decorre em Fátima, numa parceira com a Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa, sendo dedicada à Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023.
Os workshops, dinamizados pela Faculdade da Universidade católica Portuguesa, abordam o tema ‘Redes Sociais’, a cargo de Patrícia Dias, professora auxiliar e especialista na utilização de meios digitais por crianças e famílias.
João Manuel Rocha, professor assistente convidado da faculdade de ciências humanas, apresenta “Projectos alternativos de jornalismo”, a partir da sua experiência na Agência Lusa e no Jornal Público, bem como da investigação sobre história dos media, deontologia, literacia mediática, media e política.
André Casado, mestre em Psicologia pela Universidade Lusófona, apresenta o tema “Marketing digital”.
O tema escolhido para estas jornadas anuais é ‘Comunicar a JMJ Lisboa 2023’, procurando dar a conhecer esta iniciativa da Igreja Católica, que Portugal recebe pela primeira vez no próximo verão.
O presidente da comissão que coordena o sector dos media na Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) refere que as Jornadas de Comunicação 2022 “serão o momento ideal” para conhecer “melhor” a organização da JMJ.
“Acreditamos que o tema deste ano é do interesse de todos, uma vez que se foca num encontro único na vida da Igreja, na vida de todos os portugueses. Estamos a falar da próxima Jornada Mundial da Juventude, que vai acontecer precisamente daqui a um ano, na cidade de Lisboa”, escreve D. João Lavrador na carta/convite de apresentação deste encontro.
As Jornadas de Comunicação Social começam hoje, pelas 14.30 horas, com intervenções de D. João Lavrador, da directora do SNCS, Isabel Figueiredo, e de Nelson Ribeiro, director da Faculdade de Ciência Humanas/UCP.
A primeira conferência está a cargo do presidente da Fundação JMJ Lisboa 2023, D. Américo Aguiar, seguindo-se uma mesa-redonda com responsáveis das várias direçcões do Comité Organizador Local (COL) sobre a preparação em curso, até Agosto de 2023.
A partilha experiências de gabinetes de comunicação de anteriores edições da JMJ, nomeadamente Madrid (201), Rio de Janeiro (2013) e Panamá (2019), constitui o terceiro momento dos trabalhos.
No segundo dia das jornadas, Catarina Burnay, professora da Faculdade de Ciências Humanas da UCP, e Ana Alves, directora de Comunicação da JMJ Lisboa 2023, analisam os desafios que constitui a comunicação de grandes eventos, nomeadamente uma jornada mundial da juventude.

Notícias Relacionadas