Municípios juntos pela Paz

Promover a abolição das armas nucleares e contribuir para a consecução de uma paz mundial duradoura

, sensibilizando os cidadãos do mundo para a importância da paz e eliminação da ameaça nuclear através de uma estreita solidariedade entre as cidades-membro são os grandes objectivos da Rede Mayors For Peace (Presidentes de Câmara pela Paz). Em Portugal esta Rede é liderada pelo município de Évora que, esta semana, acolheu um Encontro de Jovens dos Municípios Portugueses Mayors For Peace, em que a Guarda foi cidade convidada.
Este movimento apareceu em 1982 e foi fundado pelas cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki na sequência do bombardeamento atómico perpetrado em 1945. Actualmente a Mayors for Peace é uma organização não-governamental com um estatuto firmado à escala global. A iniciativa pretende juntar o maior número de actores da sociedade global para a importância de reforçar o multilateralismo e a cooperação internacional, em prol da capacitação e disseminação universal dos valores da paz, bem como estimular o debate em torno da coexistência pacífica entre os povos.
Nos nossos dias estes temas ganham uma preocupação urgente e uma nova emergência face às ameaças bélicas que atualmente enfrenta a sociedade internacional. Por essa razão, o reforço da capacidade de resposta das organizações internacionais e a ampliação da sua capacidade de ação é de maior relevância.
O projeto Mayors For Peace é composto por 8.222 municípios-membro, oriundos de 166 países, e que interliga e envolve 41 cidades portuguesas. A cidade da Guarda ao participar no Encontro de Jovens dos Municípios Portugueses Mayors For Peace deu o primeiro passo para vir a integrar esta organização acreditada junto da ONU.
Mayors for Peace é uma rede internacional de municípios que através de cada um dos seus membros activos procura dar mais força na defesa dos valores da paz e lutar contra o uso da energia nuclear para fins bélicos. Esta iniciativa privilegia uma plataforma digital, em especial as tecnologias de transmissão de conteúdos de comunicação social, onde os membros podem lançar desafios e novos projetos, o que poderá permitir uma partilha de informação escrita e visual privilegiada sobre a cidade da Guarda.

Notícias Relacionadas