Via-Sacra nas ruas da Guarda sobre “Vozes de Paz num Mundo de Guerra”

Iniciativa envolve paróquias do arciprestado

“Vozes de Paz num Mundo de Guerra” é o tema da Via-Sacra que vai percorrer as ruas da Guarda, na noite de Domingo de Ramos, 24 de Março. A iniciativa tem início às 21.00 horas, na Sé da Guarda, e é promovida pelo arciprestado Guarda/Manteigas, com a participação de todas as paróquias.
Ao longo das 14 estações espalhadas pelo percurso serão apresentados testemunhos reais que serviram de meditação à Via Sacra do Coliseu, em Roma, em 2023.
Haverá Vozes da paz da Terra Santa; dum migrante da África Ocidental; dos Jovens da América Central; duma Mãe da América do Sul; de três Migrantes da África, do Sul da Ásia e do Médio Oriente; dum sacerdote religioso da península Balcânica; de dois adolescentes do Norte de África; do Sudeste Asiático; duma Consagrada da África Central; dos Jovens da Ucrânia e da Rússia; dum jovem do Médio Oriente; duma Mãe do Ocidente Asiático; duma Religiosa da África Oriental; de Jovens da África Austral.
A escolha do tema “Vozes de Paz num Mundo de Guerra” foi justificada “pelas constantes ameaças à Paz em que o mundo se encontra mergulhado”. Na reunião preparatória desta Via-Sacra foi referida a importância dos testemunhos de todos aqueles que vivem de perto a tragédia da guerra.
A réplica da Cruz das Jornadas Mundiais da Juventude será transportada ao longo da Via-Sacra por alguns dos jovens que estiveram em Lisboa, no Verão de 2023.
O percurso entre cada uma das estações será acompanhado do canto tradicional da Via-Sacra usado na freguesia de Famalicão da Serra.

Notícias Relacionadas