Guarda prepara ‘Dias na Diocese’ para acolher jovens de todo o mundo

> Diocese > Guarda prepara ‘Dias na Diocese’ para acolher jovens de todo o mundo
Jornal A Guarda

JMJ Lisboa 2023

Na preparação para a Jornada Mundial da Juventude, o COD Guarda realizou no último sábado, 22 de Outubro, no Seminário Maior, a actividade intitulada ‘Mega Login’. Depois de ter acontecido em algumas paróquias da diocese, este projecto de anuìncio da realizac’aÞo da JMJ 2023 concretizou-se, desta feita, com a participação de jovens e animadores de jovens provenientes dos diferentes arciprestados que se fizeram representar, bem como com a participação de movimentos juvenis presentes na Diocese da Guarda.
A actividade foi delineada a pensar nos jovens que participarão como peregrinos na JMJ 2023, em Lisboa, mas, igualmente, a pensar nos jovens que inseridos nas suas comunidades hão-de acolher como voluntários outros jovens vindos de várias partes do mundo, aquando dos Dias na Diocese, de 26 a 31 de Julho, que antecedem as Jornadas Mundiais da Juventude propriamente ditas.
A actividade do ‘Mega Login’ serviu para cada arciprestado com os seus jovens fazer a apresentação da zona geográfica da diocese que ocupa, a sua região, cultura e as suas especificidades. Por outro lado, a actividade serviu para se partilhar o trabalho feito para o acolhimento de jovens aquando dos Dias na Diocese, concretamente os contactos com entidades da sociedade civil – os municipios, e o trabalho a fazer-se nas tarefas de programação, alojamento, alimentação e transporte dos peregrinos ques marcarão presença na diocese antes da partida para Lisboa.
Os jovens e animadores dos diferentes arciprestados foram enviados em missão com a entrega simbólica de um pequeno globo terrestre e com a missão de serem jovens voluntários ao serviço de todos – comunidade e peregrinos da JMJ. Este momento de oração e envio, integgrado no Dia Mundial das Missões, foi presidido pelo vigário geral da diocese, Padre Manuel Matos, em representação do bispo da diocese.
Esta actividade contou com muitos momentos de música e animação e, simbolicamente, aconteceu no dia da festa litúrgica de São João Paulo II, o grande impulsionador da JMJ.
Marília Ferreira, de Celorico da Beira, disse ao Jornal A GUARDA que “as equipas arciprestais são muito importantes para organizarem as actividades e a logística, durante a semana dos Dias na Diocese”.
Amélia Sebastião, de Pinhel, considera que “é importante reunir as equipas e trabalhar para ver como será o funcionamento, dos Dias na Diocese, na paróquia e no arciprestado”.
Para José Sério, do arciprestado de Seia, “um evento destes, que Portugal vai ter a oportunidade de organizar, só funciona se todos os jovens estiverem envolvidos, se se conseguirem agitar a eles próprios e às comunidades onde vivem”. E acrescenta: “As paróquias, os arciprestados, os municípios, as freguesias, os grupos de jovens, as associações juvenis, todos os organismos devem ficar motivados para fazer um grande evento, tanto aqui na Diocese, através dos Dias da Diocese, como em Lisboa na própria Jornada Mundial da Juventude”.

Últimas notícias

24 de Maio, 2024
A imprensa regional é parceira e peça chave do desenvolvimento local
24 de Maio, 2024
Jornadas Diocesanas da Pastoral Social dedicadas à sustentabilidade das instituições
23 de Maio, 2024
Figueira de Castelo Rodrigo – Encontro de Professores Aposentados do Distrito da Guarda
23 de Maio, 2024
Seia – Jornadas de Museologia nas Misericórdias
23 de Maio, 2024
Manteigas – Luís Tavares e Emília Barbeira vencem Prémio Dr. João Isabel

Notícias Relacionadas