Festa Anual da Liga dos Servos de Jesus decorre na Guarda

Diocese da Guarda

A Festa Anual da Liga dos Servos de Jesus decorre na Guarda, nos dias 8 e 9 de Setembro.
A Coordenadora Geral da Liga, irmã Irene Fonseca, disse ao Jornal A GUARDA que que “este ano a Festa Anual está integrada no programa das comemorações do Centenário da Liga dos Servos de Jesus, que se estendem até ao dia 11 de Fevereiro de 2024”. Depois dos encontros de antigos alunos (19 de Agosto) e de funcionários/colaboradores (2 de Setembro), ainda estão anunciadas conferências, bem como uma exposição sobre a Liga dos Servos de Jesus e do seu fundador, o antigo Bispo Auxiliar da Guarda D. João de Oliveira Matos.
No primeiro dia da Festa Anual, o programa começa às 16.00 horas, com o encontro de reflexão para Servos Externos e Amigos da Liga, no Outeiro de São Miguel. Para as 21.00 horas está marcada a Missa de Acção de Graças, seguida de Adoração ao Santíssimo, até à meia-noite, no Outeiro de São Miguel e, a partir dessa hora, nas diferentes comunidades da liga, até às 8.00 horas da manhã do dia 9 de Setembro. A recepção dos Servos e convidados terão lugar, às 10.45 horas, na Sé da Guarda, onde às 11.00 horas, o Bispo da Guarda, D. Manuel Felício, preside à celebração da Missa.
O programa continua, no Outeiro de São Miguel com o almoço (13.00 horas) e a sessão solene (15.00 horas).
A Liga dos Servos de Jesus, sediada na cidade da Guarda, foi criada por D. João de Oliveira Matos, no dia 11 de Fevereiro de 1924 e actualmente está presente na Guarda (Santa Luzia, Sequeira, Outeiro de São Miguel, Centro de Acolhimento S. João de Deus, Paço Episcopal, Seminário), Covilhã (Abrigo dos Pequeninos e Centro Cultural e Social), Ruvina, Celorico da Beira, Rochoso, Orca, Cerdeira do Côa, Manteigas, Fundão, Fátima, Figueira da Foz e Kilenda (Angola).
D. João de Oliveira Matos nasceu a 1 de Março de 1879, em Valverde, concelho do Fundão. Aos 17 anos fez a admissão ao Seminário da Guarda e concluiu o Curso de Teologia, em Julho de 1899. Foi ordenado Sacerdote a 28 de Março de 1903. Em 25 de Julho de 1923, foi ordenado Bispo. Como Bispo Auxiliar, depois de ter percorrido as aldeias da Diocese da Guarda, o prelado verificou que havia muitas pessoas com vontade de ajudar e outras com necessidade de serem ajudadas, uma realidade que o inspirou na criação da Liga dos Servos de Jesus. D. João Oliveira Matos, que tinha como lema “é preciso que Jesus reine”, morreu com fama de santidade no dia 29 de Agosto de 1962. O Vaticano publicou no dia 4 de Junho de 2013, o decreto que reconhece as “virtudes heróicas”. O processo do fundador da Liga dos Servos de Jesus consta de 23 volumes e foi entregue em Roma, no dia 19 de Maio de 1998. Para a beatificação continua a ser necessário que a Santa Sé comprove a existência de um milagre atribuído à intercessão de D. João de Oliveira Matos.

Notícias Relacionadas