Conselho Presbiteral aponta importância da Escola Teológica de Leigos na formação dos fiéis

Diocese da Guarda

A formação que a Diocese precisa de levar a todos os fiéis, particularmente aos que são chamados para os diferentes ministérios e serviços, foi um dos pontos em análise no Conselho Presbiteral, que decorreu no Seminário da Guarda, no dia 24 de Novembro.
Esta formação é ministrada pela Escola Teológica de Leigos, que já tem programa preparado para funcionar em três centros diferentes, na Guarda, Seia e Fundão.
Em comunicado, o Secretariado Permanente do Conselho Presbiteral explica que “esta formação não substitui aquela outra formação básica e de acompanhamento dos diferentes serviços paroquiais, sobretudo de catequese e de liturgia, predominantemente organizada nos arciprestados”.
No encontro foi recomendada a formação sobre administração paroquial dirigida aos Conselhos Paroquiais para os Assuntos Económicos. Para essa formação foram sugeridos os seguintes assuntos: inventariação e valorização do património, o regime da contabilidades das paróquias e a sua relação com a Diocese; a responsabilidade civil das paróquias e a segurança nas Igrejas bem como a necessária cobertura de riscos, cuja gestão pode ser optimizada, se for feita em grupo e, quanto possível, sob orientação dos serviços diocesanos.
Ainda dentro da formação, o Conselho foi informado de que “os sete candidatos ao Diaconado Permanente que, neste momento, existem na Diocese irão, em breve, iniciar a sua formação, de acordo com os programas recomendados”.
Também foi sublinhada a importância da proposta conjunta feita pelas 6 dioceses do centro para a formação do clero. Esta formação terá lugar nos dias 30 e 31 de Janeiro e 1 de Fevereiro de 2023, em Fátima. As inscrições estão abertas até ao próximo 31 de Dezembro.
O Conselho Presbiteral também abordou o relatório síntese da 1ª sessão do Sínodo sobre a sinodalidade realizada durante o mês de Outubro. Foram considerados muito pertinentes os assuntos tratados, assim como a novidade das linguagens e o próprio método utilizado.

Notícias Relacionadas