“Voltas, Reviravoltas e Contravoltas”

Teatro Municipal da Guarda

“Voltas, Reviravoltas e Contravoltas” é o espectáculo que vai ser apresentado na próxima quarta-feira, dia 3 de Outubro no pequeno auditório do Teatro Municipal da Guarda (TMG), às 21.30 horas. Este espectáculo resulta da Oficina de Teatro do Estabelecimento Prisional da Guarda (EPG), orientada por Américo Rodrigues.
Trata-se de uma criação colectiva, com os próprios reclusos a escrever a peça de teatro e também a representá-la. O texto, que inclui elementos da vivência dos participantes, conta a história de um carteiro que na sua ronda habitual é confrontado com casos humanos singulares, que mostram a diversidade da nossa espécie. A peça é também uma forma de satirizar atitudes e comportamentos, num registo que pretende ser cómico.
Este espectáculo tem como intervenientes vários reclusos do EPG, uma psicóloga, uma professora e uma jurista.
A Oficina de Teatro é uma iniciativa do Município da Guarda e do EPG, no âmbito de uma colaboração formalizada através de um protocolo entre as duas instituições. No âmbito desta colaboração, foi também editado o livro “Vá para fora cá dentro!”, uma compilação de trabalhos poéticos criados no espaço da “Oficina de Escrita e Leitura em Voz Alta”, assim como a apresentação, no TMG, da peça “Sancho Pança governador da ilha dos lagartos”, de António José da Silva. A autarquia procura, em articulação com o estabelecimento prisional, colaborar e participar, de modo activo, na reinserção social de um grupo com especificidades bastante próprias, sempre numa perspectiva de inclusão.
A encenação da peça é de Américo Rodrigues e a assistência de Alexandre Gonçalves.

Notícias Relacionadas