Redes de Judiarias de Portugal e Espanha assinaram protocolo para proteger património judaico

A Rede de Judiarias de Portugal e a sua congénere em Espanha assinaram um protocolo de colaboração, que estabelece uma parceria na divulgação e promoção do património judaico dos dois países.

Este acordo, com uma duração de quatro anos, pretende reger a colaboração entre as instituições ibéricas para desta forma valorizarem o património judaico existente. O objetivo das redes de judiarias é defender o património urbanístico, arquitectónico, ambiental, histórico e cultural, relacionado com a herança judaica.

Também deverá haver uma reunião anual entre as redes de judiarias de Portugal e de Espanha para que se crie um programa de atividades comuns e para que possa haver uma participação conjunta em feiras internacionais. Outro dos objectivos passa por apresentar candidaturas comuns a linhas de financiamento de projetos culturais, turísticos e de desenvolvimento económico para estes territórios transfronteiriços.

O acordo foi assinado por Fernando Pizarro García-Polo, que para além de autarca de Plasencia também é o presidente da Rede de Judiarias de Espanha, e António Pita, presidente da Câmara de Castelo de Vide e presidente da Rede de Judiarias de Portugal.

A Rede de Judiarias de Portugal – Rotas de Sefarad é uma associação com carácter público mas de direito privado e que tem por fim uma actuação conjunta, na defesa do património urbanístico, arquitectónico, ambiental, histórico e cultural, relacionado com a herança judaica.

A Rede de Judiarias de Portugal foi fundada em dezassete de Março de 2011 com o objectivo de conjugar a valorização histórica e patrimonial com a promoção turística, acção que ajudará igualmente a descobrir uma forte componente da identidade portuguesa e peninsular.

Fazem parte da Rede de Judiarias de Portugal os seguintes municípios: Alenquer, Almeida, Belmonte, Bragança, Castelo Branco, Cascais, Castelo de Vide, Covilhã, Elvas

Évora, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Freixo Espada à Cinta, Fundão, Gouveia, Guarda, Idanha – A – Nova, Lamego, Leiria, Lisboa, Manteigas, Mêda, Moimenta da Beira, Penamacor, Penedono, Pinhel, Porto, Reguengos de Monsaraz, São João da Pesqueira, Sabugal, Seia, Tomar, Torre de Moncorvo, Torres Vedras, Trancoso, Vila Nova Foz Côa e Vila Nova de Paiva.

Notícias Relacionadas