Programação cultural da Guarda destaca 25 de Abril e Centenário de Eduardo Lourenço

Em Abril, Maio e Junho

O centenário de Eduardo Lourenço, os 50 anos do 25 de Abril, o Simpósio Internacional de Arte Contemporânea e o Guarda Livros são os destaques da programação cultural da Guarda para os meses de Abril, Maio e Junho. São mais de uma centena de iniciativas para todas as idades e para todos os públicos, numa programação heterogenia e diversificada repartida entre a BMEL – Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço, Museu da Guarda e Teatro Municipal, bem como pela cidade e pelo concelho.
A agenda cultural foi apresentada no dia 27 de Março, na BMEL, pela vice-presidente da autarquia. Amélia Fernandes disse tratar-se de “uma programação vasta e diversificada”.
No Teatro Municipal da Guarda as celebrações de Abril começam no dia 9 de Abril com o concerto “Canto do Livre”, pelo Grupo Coral de Maçainhas, e prosseguem com o espectáculo de dança “As Palavras Não Ditas” no dia 13 de Abril e com o “Abril na Voz das Crianças”, pelo Outeiro de S. Miguel, dia 19 de Abril.
A CiM – Companhia de Dança vai apresentar, no dia 18 de Abril, “RH” onde junta utentes da CERCIG, após residência artística. A cantora galega Uxía, uma das principais vozes da música tradicional espanhola, vai tocar no dia 20 de Abril. No dia 25 de Abril, para assinalar a dupla comemoração dos 50 anos do 25 de Abril e o 19º aniversário do TMG, Luís Represas, sobe ao palco do Grande Auditório. De 22 a 26 de Abril o teatro “Relatório de um Capitão”, pela Associação Calafrio passará pelas escolas do concelho.
Nos dias 17 e 18 de maio, o Grande Auditório acolhe, em co-produção com a ACERT, um grande espectáculo que comemora, em simultâneo, os 50 anos do 25 de Abril e o Centenário do Nascimento de Eduardo Lourenço. “25 de Abril, A Divina Surpresa” pretende apresentar uma narrativa que tem como ponto de partida S. Pedro do Rio Seco e 1923.
No dia 29 de Maio, o trio do músico guardense Marcos Cavaleiro, Hitchpop, apresenta, em estreia nacional, o concerto “6 Dias Fora de Tempo – Música para Eduardo Lourenço”.
No dia 1 de Junho, para assinalar o Dia Mundial da Criança e no âmbito da rubrica “Famílias ao Teatro”, o TMG recebe a versão teatral do conto “Os Três Porquinhos”. No dia 28 de Junho, o actor e encenador da Guarda, Luciano Amarelo, apresenta “Cerejal”.
No Museu da Guarda destaque para a inauguração da exposição Reflexividade, de Martim Brion, no dia 18 de Abril, na Galeria principal do Museu da Guarda, e da exposição Testemunhos de Abril, 24 de Abril, organizada pelos professores de História da Escola da Sé.
A programação do Museu contará, ainda, com a apresentação pública de catálogos de exposição: A Cidade e as Serras, de Rui Coutinho, no dia 11 de Abril, e Territórios de Altitude, de Filipe Patrocínio, no dia 9 de Maio.
A 18 de Maio, haverá leituras da Paisagem com uma caminhada nos Passadiços do Mondego guiada pela bióloga Elsa Salzedas e pelo técnico superior do Museu dos Meios, Luís Costa.
No mês de Junho, de 12 a 20, tem lugar a oitava edição do Simpósio Internacional de Arte Contemporânea – Cidade da Guarda, sob o mote de «Aquela manhã clara e limpa».
Na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço, o segundo trimestre dá seguimento à sua programação variada, dirigida a diversos tipos de público e idades, composta por exposições, leituras encendas, mostra de livros, contos, visitas à biblioteca, palestras e oficinas variadas.
São destaque deste trimestre: a inauguração da exposição “Voz do Silêncio – Prisões Políticas Portuguesas” a 5 de Abril; a leitura encenada “Era Uma Vez Um Cravo Pela Plataforma 285”, no dia 9 Abril.
Em Maio tem lugar o Salão do Livro da Guarda: Guarda-Livro, de 17 a 26 de Maio, na Alameda de Santo André.

Notícias Relacionadas