“O Deus da Carnificina” com encenação e interpretação de Diogo Infante

Teatro Municipal da Guarda

A peça de teatro “O Deus da Carnificina”, sobre a complexidade das relações humanas, sobe ao palco do Grande Auditório do Teatro Municipal da Guarda, esta sexta-feira, 19 de Outubro, às 21.30 horas. A peça tem encenação e interpretação de Diogo Infante e um elenco com Jorge Mourato, Patrícia Tavares e Rita Salema.
Nesta peça, dois casais, adultos e aparentemente civilizados, encontram-se para resolver um incidente protagonizado pelos seus filhos menores. O que é verdadeiramente sedutor neste confronto é a progressão paradoxal do encontro dos casais. Há uma certa sofisticação na forma como o encontro decorre na tentativa de apurar responsabilidades na luta física que ocorreu entre os respectivos filhos, dois jovens de 11 anos.
“O Deus da Carnificina” é uma tragédia cómica ou uma comédia trágica, onde a natureza humana e toda a sua evolução social, intelectual e psicológica se desmorona quando impulsos primários e básicos são despoletados por uma discussão parental. Este espectáculo constitui uma oportunidade para explorar vários registos de comédia negra onde o sarcasmo, a ironia e o cinismo, são instrumentos a que o texto recorre e que os actores naturalmente integram no jogo e que, no combate que se adivinha, provocam risos.

Notícias Relacionadas