Festival de Poesia e Música de Vila Nova de Foz Côa vai homenagear Maria Teresa Horta

Iniciativa decorre de 21 a 23 de Abril

O Festival de Poesia e Música de Vila Nova de Foz Côa, que decorre de 21 a 23 de Abril, vai homenagear Maria Teresa Horta. Os dias da iniciativa são preenchidos com poesia, música, palavra e arte nas suas mais variadas vertentes. Os espaços e as ruas vão ser palco de uma ode contra a violência. O programa é vasto, inclui encontros com os escritores, conferências, debates, música, performances poéticas, apresentação de livros e uma feira do livro.
O evento mantém a sua vertente pedagógica, propondo encontros e debates com os escritores dedicados aos mais novos. Estas sessões, que são uma marca distintiva e angariadora do público jovem, decorrem em simultâneo com estudantes e professores, têm lugar no primeiro e segundo dia do evento, e envolvem alunos do 1º ciclo ao ensino secundário. Carlos Nuno Granja, Raquel Patriarca, Álvaro Leonardo, Rui Spranger, João Rasteiro, Maria Estela Guedes e Minês Castanheira são os escritores que participam nestes encontros dirigidos aos estudantes.
O espectáculo 20 DIZER I Recados encerra o primeiro dia do festival, o Trigo Limpo Teatro ACERT explora o formato artístico que associa a declamação de poesia à música, com José Rui Martins e Luísa Vieira.
Na sexta-feira, segundo dia do festival, repetem-se os encontros com escritores, logo pela manhã, mas o destaque vai para a presença do músico MAZE (Dealema) que, perto da hora de almoço, conversa com estudantes e professores na Escola de Vila Nova de Foz Côa.
O dia segue com diversas iniciativas, entre elas, leitura de poemas e conferências no âmbito do tema “A arte contra a violência”. Mais perto do final do dia, o Cais Fluvial do Pocinho é palco de Leituras Instáveis, onde poetas e atores brindam os participantes com leituras improvisadas.
No último dia do festival, 23 de Abril, para além da apresentação de livros durante a manhã, haverá um debate sobre como “Editar poesia hoje. Desafios e perspectivas”.
O festival encerra com o espectáculo Facas na Língua (Poesia dos Sec. XX –XXI) com Rui Spranger, logo seguido pelo concerto MAZE com a participação de Francesco Valente.
Durante todos os dias do festival decorre uma Exposição/Feira de Livros, no Hall do Grande Auditório do Centro Cultural de Vila Nova de Foz Côa, a cargo da Livraria Aberta.
O Festival de Poesia e Música de Vila Nova de Foz Côa é organizado pela SOMA – Associação de Arte e Cultura e pela Câmara Municipal.

Notícias Relacionadas