Festival de Artes leva cultura ao território das Beiras, Serra da Estrela e Raia Histórica

Entre Junho e Outubro de 2022

Com o desafio de oferecer cultura em movimento, os 15 municípios da CIM Beiras e Serra da Estrela juntam-se numa maratona cultural que envolve 15 estreias absolutas, 75 espectáculos num festival inédito para todos os gostos e idades que promete aquecer as noites de verão, de Junho a Outubro.
Teatro, música, novo circo, dança contemporânea, performances multimédia, são algumas das muitas propostas culturais do Festival de Artes que vai animar a região das Beiras e Serra da Estrela, neste verão. O evento foi apresentado no dia 24 de Maio, no Solar do Vinho da Comissão Vitivinícola Regional da Beira Interior, na Guarda.
Os espectáculos do Festival de Artes vão decorrer em espaços inusitados, descentralizados e foram pensados para proporcionar noites inesquecíveis entre as estrelas.
“Nos últimos anos, as Beiras e Serra da Estela tem-se afirmado como um destino de excelência também no verão. As praias fluviais, os espaços de natureza, os trilhos e miradouros do território são únicos e imperdíveis e têm conquistado cada vez mais pessoas. Estas iniciativas culturais itinerantes vêm, assim, trazer ainda mais vida e emoção ao destino. Este ano, uma paragem nas Beiras e Serra da Estrela é mesmo obrigatório”, refere a CIM Beiras e Serra da Estrela.
As 15 criações que vão subir ao palco são o resultado de uma bolsa artística, no âmbito dos projectos culturais em rede que estão a ser executados no território das Beiras, Serra da Estrela e Raia Histórica.
Luís Tadeu, Presidente da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, disse que o objectivo passa por “incrementar a economia local e dar um novo alento aos agentes/associações culturais locais, mas também promover uma maior participação da comunidade na vida cultural, na formação de novos públicos e na itinerância de espectadores que fortalecem os laços comunitários a nível intermunicipal”.
Os projectos deram a oportunidade de as associações trabalharem em conjunto e desenvolverem criações artísticas inovadoras e cheias de alma.
“Felizmente temos um tecido cultural e associativo muito forte e criativo, com percursos sólidos nas artes e no trabalho com a comunidade que tiveram aqui uma oportunidade para desenvolvem propostas artísticas sobre o seu território. Os espectáculos são de elevada qualidade e diversidade, vão expressar em palco a unidade do território e deixam a promessa de serões diferentes e muito especiais”, destaca a CIM Beiras e Serra da Estrela.
Os espectáculos arrancam este sábado, 4 de Junho, às 21.30 horas, em Manteigas, na cobertura da Praça Municipal.
O Festival Cultural da Serra da Estrela, o Festival Cultural das Beiras e o Festival Cultural da Raia Histórica são co-financiados pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.
A Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela é uma associação de âmbito territorial que visa a realização de interesses comuns aos 15 municípios que nela estão integrados: Almeida, Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Figueira de Castelo Rodrigo, Fornos de Algodres, Fundão, Guarda, Gouveia, Manteigas, Mêda, Pinhel, Sabugal, Seia e Trancoso. A CIM Beiras e Serra da Estrela tem como missão a potencialização e promoção do desenvolvimento da região, optimizando e defendendo os interesses comuns dos Municípios associados, por forma a reforçar a identidade conjunta da região.

Notícias Relacionadas