Carlos Pires, Autor da Guarda, laureado em competições internacionais

Duas longas-metragens e uma curta-metragem

As longas-metragens do autor da Guarda, Carlos Pires, “Star Soldier” e “Soul”, adaptações dos contos “Soldado das Estrelas” e “Alma”, respectivamente, chegaram aos quartos-de-final (top 30%) da competição “Los Angeles International Screenplay Awards – Summer 2023”. Já a curta-metragem original “Boycotted by Prejudice” é finalista do “SWN Short Film Screenplay Competition – Autumn 2023”.
Depois da adaptação do conto “Obcecada” ter sido laureada anteriormente numa outra competição, desta vez as duas longas-metragens laureadas foram duas estórias de ficção científica.
“Soldado das Estrelas” é uma estória que envolve um programa governamental ultra secreto e extraterrestres, com temas baseados no folclore contemporâneo e em teorias da conspiração disseminadas em documentários e pela internet. “Alma” é uma estória que liga a física quântica com a nossa alma, tendo como protagonistas cientistas que tentam aceder à própria alma.
“Ter sido laureado numa competição tão prestigiante como esta, e entre vários profissionais da indústria, especialmente com temas mais alternativos, deixou-me muito contente”, disse Carlos Pires.
A segunda curta-metragem original, intitulada “Boycotted by Prejudice”, em português “Boicotado pelo Preconceito”, e à semelhança de “Definition of Love” (a primeira curta-metragem) recebeu também uma coroa de louros, numa competição destinada a curta-metragens. Esta curta chegou à terceira e última fase da competição, mantendo-se ainda na “luta” pelo prémio final cujo vencedor será conhecido no final deste mês.
“Esta curta foca-se num homem que é vítima de um preconceito feminino, algo que a maioria das pessoas nem sequer imagina que existe, e que tem como missão mostrar-nos e explicar-nos do que se trata enquanto tenta encontrar o amor da sua vida: uma mulher desprovida desse mesmo preconceito” explicou Carlos Pires.

Notícias Relacionadas