GNR da Guarda distinguida com Medalha de Serviços Distintos de Segurança Pública

Despacho foi publicado em Diário da República

O Comando Territorial da Guarda, da Guarda Nacional Republicana, foi distinguido com a a Medalha de Serviços Distintos de Segurança Pública, grau ouro. A atribuição de louvor e condecoração foi publicada esta terça-feira, 28 de Junho, em Diário da República.
“Louvo o Comando Territorial da Guarda pelo modo firme, altamente proficiente e dignificante como tem vindo a cumprir a missão cometida à Guarda Nacional Republicana no distrito da Guarda”, refere o despacho do Gabinete do Ministro da Administração Interna, José Luís Pereira Carneiro.
O comandante do Comando Territorial da Guarda da GNR, Cunha Rasteiro, disse ao Jornal A GUARDA que é uma honra receber esta condecoração, a primeira do Grupo Territorial da Guarda em 108 anos de existência.
O texto adianta que “através de um arreigado espírito de união e disciplina, os efectivos desta unidade, por força da procura do conhecimento e da inovação, têm cumprido, com competência e isenção, as missões de policiamento geral, a prossecução dos objectivos dos programas especiais, a investigação de fenómenos criminais complexos, a protecção do ambiente e da natureza, a prevenção da sinistralidade rodoviária e a intervenção eficaz em situações de alteração da ordem pública, quer na sua área de acção, quer em apoio de outras unidades da Guarda Nacional Republicana, e de outras forças e serviços de segurança, evidenciando energia e provado esforço na defesa dos superiores interesse da Pátria, por quem os seus militares orgulhosamente juraram dar a vida”.
No âmbito da actividade desenvolvida, o Comando Territorial da Guarda destaca -se na cooperação com a Guardia Civil — Comandancia de Salamanca que permite estabelecer uma estratégia de mitigação da criminalidade transfronteiriça.
O despacho dá ainda conta de que “no ano de 2021, fruto desta excelente cooperação policial transfronteiriça, foi possível realizar um transplante de órgãos, num espaço de menos de cinco horas, após um pedido das entidades espanholas ao Comando Territorial da Guarda, salvando a vida a seis pessoas e transportar tecidos, partes do sistema circulatório e ocular que permitiram a continuidade de outras vidas”.
Também é apontado o papel fundamental do Comando, em tempo de pandemia, na escolta e acompanhamento de diversas vacinas entre a fronteira de Vilar Formoso e Coimbra
O despacho também releva “as parcerias estabelecidas com as diversas instituições existentes no distrito, como os municípios, que muito têm contribuído para o aumento do sentimento de segurança dos cidadãos, especialmente nestes territórios de baixa densidade e dispersão e com um elevado número de pessoas vulneráveis”
O despacho dá inda conta do projecto e-Guard que representa o contributo da Guarda Nacional Republicana no acompanhamento das pessoas idosas do distrito, através de um aparelho de teleassistência; a sistemática sensibilização efectuada junto dos condutores de tractores e máquinas agrícolas, da comunidade escolar, dos idosos, e em matéria de protecção florestal e ambiental.
Implantado desde o ano de 1914, o Comando Territorial da Guarda é o herdeiro das tradições e costumes do antigo Grupo Territorial, tendo a respectiva área de actuação mais de 5460 km2, distribuída por 16 concelhos e onde se encontram implementados 25 Postos Territoriais.

Notícias Relacionadas