Entrevista: Márcia Vilar, Host & Founder Story Studio,

“Houve preocupação em integrar as unidades de alojamento no contexto próprio da Aldeia Histórica de Sortelha, em estrita sintonia com os valores da marca”

Márcia Vilar, Host & Founder Story Studio, é natural do Porto.

Estudou na Universidade Fernando Pessoa (1995-2000); IPAM (Lisboa, 2009-2010). Nos tempos livres gosta de viajar, dançar, estar com a família.

A GUARDA: O que é e como apareceu o projeto Story Studio?

Márcia Vilar: A Story Studio é uma marca de alojamento turístico eco-friendly, comprometida integralmente com os princípios da sustentabilidade nas suas múltiplas dimensões. Esse compromisso é suportado pela certificação Biosphere e pelo reconhecimento da empresa pelo Turismo de Portugal como Sustainability Engaged (Programa Empresas 360).

O projeto nasceu em Coimbra por uma questão de conveniência, como passo a descrever. Possuía um apartamento T1, na Alta de Coimbra, o qual licenciei para Alojamento Local, usando-o como projeto piloto para a ideia de negócio – marca ‘Story Studio’.

Apesar da primeira unidade de alojamento turístico da marca ter sido o Story Studio COIMBRA CENTRO, considero que o início efetivo do aparecimento da marca ocorreu com a abertura do Story Studio PIÓDÃO, na Aldeia Histórica de Piódão. Uma vez obtido o financiamento necessário, totalizando um investimento de aproximadamente 100 mil euros, esse marco incluiu o processo de elaboração dos projetos de arquitetura e especialidades para requalificar uma ruína que se encontrava em ruínas numa moradia alinhada com os valores da marca.

Este processo ocorreu no final de 2017, coincidindo com a constituição formal da empresa. No entanto, somente em meados de 2018 foi possível concluir todo o processo administrativo para a aprovação dos projetos e a submissão da candidatura a um sistema de incentivos disponível na época (SI2E). Devido à demora na avaliação da candidatura, começamos a explorar outras oportunidades de investimento, priorizando as linhas disponíveis na Turismo Fundos, mais concretamente as relacionadas com os territórios de baixa densidade, uma vez que constituem os espaços privilegiados de expansão da rede Story Studio.

A GUARDA: Quais os lugares onde este projeto está implementado?

Márcia Vilar: Já temos em operação o Story Studio COIMBRA CENTRO (1 studio – apartamento T1), o Story Studio PIÓDÃO (1 studio – moradia unifamiliar) e o Story Studio SORTELHA, atualmente em soft-opening (10 studios – moradias; com previsão de abertura dos restantes 7 studios até ao final de junho, com tipologias T0, T1 e T2). Paralelamente, estamos a desenvolver outros projetos, alguns dos quais já se encontram em fase de execução da empreitada o Story Studio MONSANTO (3 studios – apartamentos T1) ou prestes a iniciar Story Studio PIÓDÃO 2 (1 studio – moradia unifamiliar).

A GUARDA: Qual a razão da escolha de Sortelha para a criação de 17 unidades de alojamento turístico eco-friendly?

Márcia Vilar: A escolha de Sortelha para a criação de 17 unidades de alojamento turístico eco-friendly pela Story Studio foi motivada por uma combinação de oportunidade única e alinhamento com o nosso plano de expansão, e naturalmente pela qualidade intrínseca do edificado e sua singularidade. Em 2019, fomos convidados pela Associação das Aldeias Históricas de Portugal para a apresentação de um instrumento financeiro gerido pela Turismo Fundos – Call 202020, na Aldeia Histórica de Sortelha. Nesse contexto, surgiu a oportunidade de adquirir 8 imóveis dentro das muralhas da vila, o que proporcionava uma localização histórica privilegiada, e também permitia a refuncionalização desses espaços em unidades de alojamento exclusivas. Assim, Sortelha oferecia uma oportunidade única de expansão para a Story Studio em lugares de elevado valor histórico e patrimonial. 

A GUARDA: Houve a preocupação de integrar as unidades de alojamento no contexto próprio desta Aldeia Histórica?

Márcia Vilar: Sim, houve preocupação em integrar as unidades de alojamento no contexto próprio da Aldeia Histórica de Sortelha, em estrita sintonia com os valores da marca e em coerência com a experiência de Piódão. Mantivemos a traça arquitetónica original dos imóveis adquiridos, respeitando assim a estética e o estilo tradicional da região. Além disso, aproveitamos materiais existentes nas casas para a decoração das unidades (portas antigas, barrotes, elementos em pedra), o que não só contribui para a preservação do património local, promoção da circularidade e da respetiva pegada ecológica, mas também proporciona uma experiência autêntica e genuína aos nossos hóspedes. Dessa forma, garantimos que as novas unidades de alojamento não apenas se fundem harmoniosamente com a paisagem histórica de Sortelha, mas também respeitam e valorizam a identidade cultural e arquitetónica desta Aldeia Histórica tão especial.

A GUARDA: O que é que os hóspedes vão encontrar nestas unidades de alojamento?

Márcia Vilar: Os hóspedes das unidades de alojamento em Sortelha encontrarão uma combinação cuidadosamente selecionada de características e comodidades projetadas para proporcionar uma experiência única e eco-friendly. Cada unidade foi decorada com peças transformadas a partir de materiais encontrados nas próprias casas, mantendo assim uma conexão autêntica com a história e o ambiente local. Além disso, as unidades dispõem de aquecimento por piso radiante, complementado por uma lareira a bioetanol, proporcionando um ambiente acolhedor e sustentável.

A decoração em burel, típica desta região, foi utilizada para enriquecer o ambiente com um toque tradicional e elegante. Todos os móveis e peças decorativas são feitos à medida e de forma artesanal, refletindo o cuidado com os detalhes e a qualidade artística. Para complementar essa experiência única, são disponibilizadas amenities da região e biológicos, garantindo não apenas conforto, mas também respeito pelo meio ambiente e a comunidade local, e no final a contribuição para uma relação sustentável do projeto.

Essas características, juntamente com outros detalhes cuidadosamente pensados, garantem que os hóspedes desfrutem não apenas de um alojamento de qualidade, mas também de uma imersão autêntica na cultura e na beleza natural de Sortelha.

A GUARDA: Qual é o público-alvo das vossas unidades de alojamento?

Márcia Vilar: As nossas unidades de alojamento em Sortelha são projetadas para responder a diversos públicos. São ideais para casais que procuram um refúgio romântico num ambiente histórico e acolhedor. Além disso, são perfeitas para famílias que desejam explorar as especificidades e singularidades culturais da Aldeia Histórica de Sortelha, assim como do vastíssimo património natural da região e pela proximidade à Serra da Estrela e ao Vale do Côa.

São especialmente atrativas para quem gosta de fazer percursos de bicicleta e trilhos. A localização privilegiada dentro das muralhas da Aldeia Histórica de Sortelha proporciona um acesso preferencial a diversas rotas de ciclismo e trilhos para caminhadas, permitindo que os entusiastas da natureza explorem a beleza da paisagem local de forma ativa e sustentável. Além disso, e tendo em conta a capacidade instalada (55 hóspedes), as nossas unidades são adequadas para eventos sociais de diversa índole, como aniversários e casamentos, oferecendo um cenário encantador e uma atmosfera íntima para celebrar momentos importantes da vida.

Independentemente do tipo de visita, as nossas unidades de alojamento eco-friendly em Sortelha são projetadas para proporcionar uma conexão autêntica com a história e a natureza da região, num espaço moderno e acolhedor.

A GUARDA: Para além do alojamento que outras propostas são apresentadas para atrair as pessoas?

Márcia Vilar: Existem na Vila, uma oferta de restauração, empresas de animação turística, e um conjunto de serviços que se têm vindo a instalar recentemente como uma Taberna e Mercearia by Aldeias Históricas de Portugal, um novo restaurante e venda de artesanato.

A GUARDA: O que está previsto para a inauguração oficial das 17 unidades do Story Studio Sortelha?

Márcia Vilar: Está previsto um programa que contará com a presença de Sua Exa. o Secretário de Estado do Turismo, o Presidente da Camara Municipal de Sabugal, o Presidente da Junta de Freguesia de Sortelha, o Presidente do Turismo de Portugal, o Presidente e a Diretora Executiva da Associação das Aldeias Históricas de Portugal, para além de representantes das instituições regionais e demais representantes da comunidade, bem como representantes da cultura portuguesa, que muito nos honram.

Notícias Relacionadas