Ensino Superior Politécnico registou a colocação de quase 19 mil estudantes

Institutos Politécnicos assumem-se como um dos motores de dinamização das regiões e são promotores da coesão territorial

Na 1ª Fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior o Ensino Politécnico registou a colocação de quase 19 mil estudantes. O Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos explicou que o número de estudantes colocados na 1ª fase deste ano é similar ao de 2022 o que, na prática, representa uma maior taxa de colocação, dado que o número de candidatos era inferior ao verificado em 2022/23.
Maria José Fernandes, presidente Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos, disse que resulta claro que “o Ensino Superior Politécnico continua a ser a opção de muitos estudantes portugueses, que reconhecem a excelência do trabalho desenvolvido pelos Politécnicos em prol do país e da dinamização do sector empresarial”. Considera que os dados divulgados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior “são reveladores do excelente trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelas diversas instituições no Ensino Superior Politécnico, que, ao mesmo tempo que vêem a sua credibilidade sair ainda mais reforçada, continuam a contribuir activamente para a qualificação da população e para a coesão territorial”.
De salientar que na próxima fase, podem ainda candidatar-se alunos através dos concursos locais, dos regimes especiais de acesso, bem como dos concursos especiais para estudantes titulares de diploma de especialização tecnológica; titulares de diploma de técnico superior profissional; titulares de outros cursos superiores; estudantes internacionais e titulares de cursos de dupla certificação de nível secundário e cursos artísticos especializados.
Recorde-se que, de acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, acederam ao Ensino Superior português, nesta primeira fase, um total 49.438 alunos no ensino superior público. Um número que representa a uma diminuição de 0,7% em relação à mesma fase do concurso de 2022, quando foram colocados 49.806 alunos.
De acordo com dados do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, candidataram-se 59.073 estudantes à primeira fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior.

Notícias Relacionadas