D. Manuel Felício foi ordenado padre há 50 anos

Data é assinalada este domingo, 22 de Outubro, na Sé da Guarda

D. Manuel Felício, bispo da Guarda, celebra 50 anos e ordenação sacerdotal, este sábado, 21 de Outubro. A data será assinada no domingo, 22 de Outubro, na Sé da Guarda, durante a Missa da solenidade da Dedicação da Catedral.
O bispo da Guarda convidou os padres e diáconos, bem como os membros do Conselho Pastoral Diocesano e do Conselho Diocesano dos Assuntos Económicos para a celebração que está marcada para as 18.00 horas.
D. Manuel Felício aponta a solenidade da Dedicação da Catedral como “momento alto na vida da Diocese” que tem como intenção primeira confiar “ao Senhor da Messe, através da padroeira Nossa Senhora da Assunção, orago da mesma Catedral, o ano pastoral que estamos a iniciar”.
“Convido os sacerdotes e os diáconos, como também os membros do Conselho Pastoral Diocesano e do Conselho Diocesano dos Assuntos Económicos, que são os primeiros responsáveis pelo conjunto da vida da Diocese, para a celebração solene da Dedicação da nossa Catedral, no próximo dia 22 de Outubro”, escreveu o bispo da Guarda.
Em carta enviada aos padres e diáconos, e aos membros do Conselho Pastoral Diocesano e do Conselho Diocesano dos Assuntos Económicos lembra que “os cinco séculos de história” da Catedral “remetem-nos para a vida multisecular desta Diocese, das suas comunidades e instituições e sobretudo animam-nos a prosseguir no cumprimento da missão evangelizadora de que somos herdeiros e continuadores”.
Recorda que, este ano, a Solenidade da Dedicação da Catedral coincide com o domingo e acontece quando decorre, em Roma, um sínodo sobre a sinodalidade e a Diocese inicia um programa pastoral diocesano que “pretende envolver-nos na caminhada conjunta rumo a uma igreja sinodal”.
Na celebração solene da Dedicação da Catedral, “em sintonia com o Sínodo que decorre em Roma, sobre a sinodalidade”, o bispo da Guarda quer “pedir ao Senhor uma bênção especial para que o nosso caminho seja cada vez mais o caminho da Igreja e sobretudo seja o caminho de Jesus, ao serviço do mundo concreto que Ele nos manda evangelizar”.
Depois da Missa solene da Dedicação da Catedral haverá um jantar de confraternização, no Seminário Maior da Guarda.
D. Manuel da Rocha Felício foi ordenado sacerdote, no dia 21 de Outubro de 1973, em Mangualde, Diocese de Viseu. No dia 21 de Outubro de 2002 foi nomeado para bispo auxiliar de Lisboa, com o título de Aquae Flaviae. A ordenação episcopal aconteceu a 15 de Dezembro de 2002, na Sé de Viseu.
Foi nomeado bispo coadjutor da Guarda a 21 de Dezembro de 2004 pelo Papa João Paulo II, tomando posse como bispo Coadjutor em 16 de Janeiro de 2005.
Tomou posse como bispo da Guarda, no dia 1 de Dezembro de 2005, por aceitação da renúncia de D. António dos Santos.

Notícias Relacionadas