Câmara reverte quatro lotes que não foram pagos

Plataforma Logística

A Câmara da Guarda aprovou na última reunião a revogação do acto de atribuição dos lotes 188 a 191 da Plataforma Logística de Iniciativa Empresarial (PLIE) à firma Pieter Smit Theater Rock Portugal. O presidente da Câmara, Álvaro Amaro, explicou que os quatro lotes tinham sido vendidos à empresa “mas nunca se fez escritura, nunca pagaram nada”. “Estamos a contactar todos e a fazer essa operação de limpeza, como eu costumo dizer, para sabermos o que temos. É claro que eu preferia que a empresa os pagasse e desenvolvesse os projectos de investimento, agora, isto dá bem a ideia da anarquia completa da vivência desta situação”, referiu. A empresa foi contactada pela Câmara e “respondeu que não estava interessada” na aquisição dos lotes, daí ter sido accionada a cláusula da revertência.
Álvaro Amaro explicou que na PLIE têm sido detectadas situações das mais diversas, desde “uns que fizeram e não tinham pago, outros que fizeram e não tinham pago uma parte, etc.”.

Notícias Relacionadas