Assembleia Municipal da Guarda aprovou orçamento da Câmara para 2023

Com uma dotação de 67,7 milhões de euros

O Orçamento de 2023 da Câmara Municipal da Guarda, aprovado em reunião de câmara no dia 28 de Novembro, terá uma dotação de 67,7 milhões de euros. O documento foi aprovado com 50 votos a favor, 16 abstenções e 13 contra.
O executivo decidiu manter os impostos municipais e tarifas de água, saneamento e resíduos sólidos urbanos. No caso da factura da Água, saneamento e resíduos sólidos o Executivo Municipal decidiu absorver no seu orçamento o aumento aproximado de 500 mil euros ditados pelas empresas fornecedoras.
Entre as medidas propostas, destacam-se neste orçamento o Plano Municipal de Emergência Social, com um investimento de 500 mil euros para apoiar solidariamente as famílias Guardenses mais fragilizadas economicamente, perante a situação de crise actual; na habitação social, terá início o programa de habitação social do nosso concelho com 800 mil euros e teremos finalmente condições para resolver os problemas dos bairros do Fomento, da Fraternidade e outros, ao conseguir o apoio de 6,7 milhões em fundos europeus para executar até 2025; nos próximos anos os proprietários terão apoio na recuperação de edifícios degradados no Centro Histórico da Guarda, não esquecendo outros núcleos históricos no Meio Rural do nosso Concelho, em que o Município irá financiar até 50% do custo de reabilitação de coberturas e fachadas, com o investimento de mais de 400 mil euros para os próximos 4 anos; destaque também para o investimento na ampliação da Plataforma Logística com reforço 700 mil euros; para as Áreas de Acolhimento Empresarial Inovadoras, no âmbito do PRR, queremos preparar o nosso Parque Industrial para as transições verde e digital, com a implantação da Comunidade de Energia Renovável de Nova Geração, com 4 milhões de euros nos próximos anos e a área Empresarial Tecnológica, na fase de projecto no Mercado Municipal.
O Município da Guarda tem prevista a implementação do Plano de Atracção de Pessoas e Empresas (PAPE) com 100 mil euros de dotação anual e que deverá ir até aos 550 mil euros nos próximos anos.
A Câmara da Guarda vai continuar a apoiar as famílias nomeadamente na aquisição dos livros de fichas/complementares, material escolar e refeições com o valor global de 350 mil euros. De referir ainda nesta área, a conclusão da obra da Escola Secundária da Sé e a beneficiação da Escola de Santa Clara, que em conjunto representam o investimento de mais de 2 milhões de euros no Parque Escolar.
Na Mobilidade e Urbanismo estão previstos investimentos no valor de mais de 4 milhões de euros designadamente, para a requalificação do Eixo Central da Cidade, a requalificação dos acessos ao centro urbano, as estradas da Pocariça, dos Galegos, da Senhora da Alagoa e a Pedovia. Está ainda prevista a requalificação de algumas ruas nos Bairros do Torrão e Nossa Senhora dos Remédios, entre outras.
A Cultura contará com mais de 1,5 milhões de euros, destacando-se nesta área a criação de uma rede de Museus Municipais que valorizem o Concelho e o projecto do Museu/Centro de Arte Contemporânea. Quanto aos eventos mantêm-se o Ciclo de Festivais de Cultura Popular, a Feira Ibérica de Turismo, a Feira Farta, o Guarda Wine Fest, as Festas da Cidade, a Cidade Natal, o Desfile e Julgamento do Galo, a Invernal de BTT, a Volta a Portugal e a Alta Passagem de Ano, entre tantas outras catividades culturais e desportivas.

Notícias Relacionadas