Apresentação pública do espólio literário e documental da Fundação Família Luzia Esteves Pinheiro

Almeida

A apresentação pública do espólio literário e documental da Fundação Família Luzia Esteves Pinheiro vai decorrer na Biblioteca Municipal Maria Natércia Ruivo, em Almeida, no dia 14 de Janeiro, pelas 15.00 horas. O programa começa com a sessão de abertura – sonoridades e momentos literários. Para as 17.00 horas, nas Portas de Santo António, está anunciada a degustação de produtos regionais e momentos musicais.
A Fundação Família Luzia Esteves Pinheiro é uma pessoa colectiva de direito privado, sem fins lucrativos e constituída por tempo indeterminado. Foi criada a 11 de Dezembro de 2020 pelas irmãs Beatriz Luzia Esteves Pinheiro e Maria Lídia Luzia Pinheiro Gata Limão, com o objecto de restauro, conservação e manutenção de monumentos e edifícios históricos.
Esta Fundação, com sede em Malhada Sorda, concelho de Almeida, é detentora de um valioso acervo documental, composto por milhares de obras da família Esteves Pinheiro estão a ser alvo de um rigoroso processo de inventariação, conservação e restauro, que agora vai ficar disponível para fruição da comunidade. O projecto da biblioteconomia que irá estar disponível em Almeida parte de um protocolo de parceria com uma entidade do concelho de Almeida, que possibilitará o acesso livre ao acervo.
A Fundação tem como patrono o padre Júlio Pinheiro “um eterno apaixonado pelo ensino, pedagogia e literatura” e que foi professor em diferentes instituições e em diversas universidades do mundo. Este sacerdote da Diocese da Guarda, natural de Malhada Sorda, investiu na aquisição do seu conhecimento e do seu património cultural.
A Fundação Família Luzia Esteves Pinheiro propõe-se promover o desenvolvimento social e cultural da freguesia de Malhada Sorda e do concelho de Almeida, podendo na prossecução dos seus objectivos recorrer a entendimentos de cooperação e protocolo com outros organismos.
Outro dos projectos em que a Fundação está envolvida é o da empreitada de conservação e restauro na Igreja Matriz de São Miguel de Malhada Sorda.

Notícias Relacionadas