Antigos presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal vão ser homenageados no 25 de Abril

Guarda

Os antigos autarcas da Guarda, que foram eleitos após 1976, vão ser homenageados pela Câmara Municipal da Guarda, nas comemorações do dia 25 de Abril. A homenagem também contempla os Presidentes da Assembleia Municipal.
A homenagem aos antigos autarcas com a Medalha de Honra do Município Grau Ouro foi decidida por unanimidade, na reunião desta segunda-feira, dia 10 de Abril.
O presidente da Câmara da Guarda explicou que o município decidiu distinguir todos os antigos autarcas que foram eleitos após 1976, que fizeram o melhor trabalho “que sabiam e que podiam”.
“Quando estamos a caminhar para os 50 anos do 25 de Abril é este sinal que nós queremos dar de maturidade política e agradecer àqueles que dedicaram quase 50 anos, 48 anos, à causa pública, ao poder local democrático” disse Sérgio Costa.
O executivo deliberou condecorar com a Medalha de Honra do Município Grau Ouro os antigos presidentes da Câmara Vítor Cabeço (1976-1977), Abílio Curto (1977-1995), Maria do Carmo Borges (1995-2005), Álvaro Guerreiro (2005), Joaquim Valente (2005-2013), Álvaro Amaro (2013-2017) e Carlos Chaves Monteiro (2019-2021).
Também vão receber a medalha os antigos presidentes da Assembleia Municipal da Guarda: António de Almeida Santos (1977-1985, já falecido), Rogério Nabais (1986-1993), Artur Santos Pina (1993, já falecido) José Igreja (1994-2005), João de Almeida Santos (2005-2013), Carvalho Rodrigues (2013-2017) e Cidália Valbom (2017-2021).
Carlos Chaves Monteiro, que foi o último presidente da autarquia e que agora ocupa o lugar de vereador (PSD), ausentou-se da sala no momento da votação da proposta. No final informou que não aceita a distinção “por ainda fazer parte do executivo em funções” e por existir “falta de distanciamento temporal” para a sua acção poder ser avaliada.

Notícias Relacionadas